Antes das Cinco Antes das Cinco - Por Luma Nunes
Menu

Posso começar a resenha de Jogo de Espelhos falando palavrão?

Caralho.

Eu sou uma julgadora arrependida. Quando vi que a Cara Delevingne tinha escrito um livro, fiquei empolgada e curiosa, porém um pensamento ficou cutucando minha cabeça: será? Desconfio da capacidade das celebs escrevendo hahaha. Gosto bastante da Cara e foi só ler o prólogo para ter certeza de que sim, ela escreveu mesmo. Mas vale ressaltar que ela não o escreveu sozinha, a autora Rowan Coleman tem dez títulos já publicados e foi co-autora.

Eu tive certeza que queria o livro porque foi publicado pela Intrínseca (não tem erro) e pela sinopse. Olha só:

Naomi, Rose, Leo e Red são adolescentes enfrentando aquela fase em que se relacionar no colégio é tão difícil quanto encarar os próprios problemas. Red tem uma mãe alcoólatra e um pai ausente; o irmão de Leo está na prisão; Rose usa sexo e drogas para mascarar traumas antigos e Naomi se esconde atrás de peruca e maquiagem pesada. 
Quatro adolescentes tão diferentes viram melhores amigos quando são obrigados a formar uma banda. O que era uma tarefa chata vira a famosa e popular Mirror, Mirror. Através da música, eles encontram um caminho para encarar o mundo de outra forma. 
Mas tudo desmorona quando Naomi some misteriosamente e é encontrada, dias depois, entre a vida e a morte. O acidente desestrutura a banda e, consequentemente, a vida de todos. A sólida relação de amizade que eles achavam estar construindo tinha uma rachadura, e tudo o que restam são dúvidas e vazios. O que aconteceu com Naomi? Foi um acidente ou um ataque? Por que ela fugiria e deixaria a banda para trás? Por que esconderia segredos dos seus melhores amigos? Para desvendar o mistério por trás dessa história, Red e os amigos entram em uma investigação que vai desenterrar seus próprios segredos obscuros e fazê-los confrontar a diferença entre o que eles realmente são de verdade e a imagem que passam para o mundo.
Em seu romance de estreia, a modelo e atriz Cara Delevingne revela mais um talento ao apresentar um olhar fresco e sagaz sobre questões atuais da juventude: amizade, bullying, identidade, gênero, transtornos emocionais, a influência perigosa das mídias sociais nas relações e o poder destruidor da imagem.

O que eu sempre falo sobre personagens honestos, minha gente? Eu os amo. E aqui eu me apaixonei por cada um deles. Fui uma adolescente rebelde, sem causa mais fui. Sabe quando você se identifica com os personagens, mesmo que não tenha passado pelas mesmas situações? Caramba, esse povo poderia ter sido meus amigos de escola.

Cara abordou assuntos preocupantes: abandono familiar, estupro, violência, drogas, bullying, redes sociais, identidade de gênero… Tudo de uma forma extremamente verdadeira, porém dinâmica, sem deixar o livro pesado.

Teve um plot twist que até agora estou tentando me recuperar, sem sucesso. O livro é narrado por Red, personagem delicado e cativante. Amei tudo mesmo, o mistério, as resoluções… Só o final que achei um pouco corrido, mas eu já tava tão envolvida que não foi problema nenhum.

Vi muitas resenhas dizendo que é um livro sobre adolescentes para adultos, mas discordo. Precisamos falar abertamente sobre as coisas para que elas deixem de ser um problema.

A maioria das pessoas ficou incomodada com o nome da Cara tão grande na capa, mas eu fiquei super de boa. Gostei muito mesmo e fui surpreendida.

Jogo de Espelhos

Autor: Cara Delevingne e Rowan Coleman

Ano: 2017

Número de Páginas: 304

Editora: Intrínseca

Minha nota: 🎤🎤🎤🎤🎤

 

Trechos

Será que ainda gostariam de mim se soubessem tudo a meu respeito, tudo o que eu penso, tudo o que eu desejo?

É você quem decide o que é normal.

É aqui que a vida acontece. Nas coisas que são deixadas para trás.

Sou uma onda, pensei. Mesmo desmoronando, continuo forte.

Mas a verdade é que Rose quer ficar sob os holofotes porque tem medo do escuro. Ela quer todas as atenções, porque tem medo de ficar sozinha. Ela quer ser querida por todos porque, às vezes, lá no fundo ela se odeia.

O problema da Rose é que ela é muito mais frágil do que parece, e às vezes, só às vezes, acho que ela na verdade se esforça para ser magoada.

Os links mais lindos da semana <3

♥ Os 10 lugares mais lindos para se tirar foto em NYC <3 

♥ Eu vou compartilhar tudo o que eu puder sobre Me Chame Pelo Seu Nome.

♥ Quando eu passei pela transição capilar, a coisa que eu mais gostei foi sentir de novo o cheirinho de shampoo no meu cabelo. Nesse post a Bru conta três sensações incríveis para quem tá passando por isso.

♥ Tá atrás de um post quentinho no coração? É esse aqui.

Post inspiração para você que quer ser mais grato.

♥ O carnaval acabou, mas esse post é pra levar pra vida.

♥ Apenas apaixonada pelas releituras da Isabelle Staub.

♥ A resenha de Passarinha é a coisa mais delicada que você vai ler hoje.

♥ Você é daqueles que odeia perder as coisas? Vem ficar indignado com a gente!

Esse post só me deu ideias maravilhosas!

 

tags:

Oi gente, hoje vou mostrar pra vocês a minha Mandala Lunar, vou tentar falar resumidamente porque é muita coisa mesmo, mas vocês podem e devem dar uma olhadinha no site de vendas da Mandala, lá  tem tudo bem explicadinho. É esse aqui ó. Indico fortemente que vocês entrem no site e leiam tudinho porque é muito mais completo e interessante.

Mandala Lunar – Um caminho de autoconhecimento feminino

A mandala é mesmo uma ferramenta de autoconhecimento. É tipo uma agenda (eu uso como diário) para você anotar suas sensações e ver como elas funcionam em sintonia com os ciclos da lua e da natureza. Esses registros englobam nossas sensações físicas, emocionais e energéticas.

 

O que tem na Mandala?

Muita coisa mesmo. A começar pelos conteúdos com imagens e textos sobre as fases da lua, os solstícios e equinócios, guia de plantas medicinais; o poder do sangue menstrual; a história das mulheres; o ciclo menstrual e suas fases; os arquétipos do ciclo menstrual, percepção de fertilidade, alguns métodos contraceptivos e sua eficácia.

 

Depois temos o diagrama que é um espaço para registro diário das suas sensações através do uso de cores e símbolos.

 

E por fim, o diário que é guiado pelo ritmo da Lua e dividido em 13 lunações onde é destacado toda Lua Nova e Lua Cheia para que se perceba e se sinta de forma mais forte esses momentos de ápice de energia de expansão e contração, permitindo um maior espaço de escrita para uma reflexão profunda de seu sentimentos no dia.

 

Minha Experiência

A compra

Foi tudo transparente e sério. No site estava tudo muito bem explicado. Fiz a compra antes do natal, mas elas não tem um estoque, são tiragens que são soltas aos poucos. Minha remessa só ia ser enviada dia 9 de janeiro e ainda tinha o prazo dos correios, mas eu fiquei mesmo impressionada com a clareza que foi me explicado esse prazo, desde o primeiro momento eu fiquei ciente da demora. Só estou dizendo isso porque caso você queira investir é bom se planejar pra comprar logo nos primeiros ciclos. A minha chegou na última semana de janeiro.

 

Como é?

Linda. A capa é feita com um tecido roxo bem macio e ilustrada com tinha dourada, as páginas são grossas, amareladas, com o conteúdo colorido imagens belíssimas e o diário com tons de roxo. Além de possuir duas fitinhas de cetim para marcar páginas e um marcador de papel onde dá pra anotar as legendas do diagrama.

 

O que eu achei?

Sensacional. É uma ótima experiência. Tenho aprendido bastante, tiro um tempo para escrever, já que uso como diário e é realmente uma forma de autoconhecimento. A única coisa que pode ser um problema (mas pra mim não foi) é que uma página tem dois dias, pode ser limitado caso você tenha muitas anotações.

Ah! A Mandala custa R$70,00 + frete. É um ótimo investimento. Vocês gostaram?

Cheguei em cima da hora com os blogs mais sensacionais da semana:

Os melhores links da semana:

♥ Comecei usar o coletor menstrual e é life changing total! Estou amando, esse post da Isa que mostra essa e outras opções de absorventes reutilizáveis.

♥ Amo os compilados do blog Pausa Para Feminices e pela primeira vez gostei de todas as makes do Grammy.

♥ Se fosse difícil, eu juro que não ia deixar essa receita de desodorante caseiro aqui, mas é super simplinho.

Habemus cafezinho. Cadê os fãs de cafeína? Leitura obrigatória sobre Cafés Especiais aqui.

Os textos da Hariana. Ah os textos da Hariana… Você só critica ou se olha no espelho antes?

♥ “Eu sei que a consistência é mais importante do que a intensidade.”. Rotina da manhã é um assunto bem complicado pra mim, por isso mesmo achei esse post maravilhoso.

♥ Tá fazendo as pazes com o corpo? Olha que texto bacana.

♥  Tenho muita vontade de ter um relógio desses, mas é um investimento alto… Quem sabe quando eu criar uma rotina de exercícios consistente, né?

♥ A resenha sobre o filme Extraordinário bem completinha e cheia de reflexões.

tags:

Voltamos com a programação Oscar <3 Dunkirk foi o primeiro filme que assisti, na época eu não sabia que ele ia concorrer e sim, fui assistir por causa do Harry Styles and Thomas Hardy.

O filme foi filmado sob três perspectivas: terra, mar e ar. Conta a história de quatro mil soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França que ficaram cercados pelos alemães na Segunda Guerra Mundial em Dunquerque e aguardam resgate no meio da guerra.

Terra

O conflito em terra foca em três personagens: Tommy, que depois de escapar de um ataque alemão nas ruas de Dunquerque consegue chegar a praia onde conhece Gibson. Juntos eles fazem tentativas frustradas de serem evacuados com os soldados feridos em navios. Em uma dessas tentativas, eles se juntam ao Alex (meu Harry Styles). E o resto é história, não posso revelar muito por motivos de spoiler.

Mar

Enquanto os soldados tentam fugir a qualquer custo, no mar, vários barcos particulares são requisitados para ajudar na evacuação. Aqui conhecemos o Sr. Dawson, que ao invés de entregar o barco para a marinha, decide ir ele mesmo, junto com seu filho Peter e seu amigo Charles. No meio do caminho, eles resgatam do meio de destroços de um navio um soldado traumatizado. E o resto, vocês sabem, é história.

Ar

No ar, três pilotos sobrevoam o canal da mancha, com o objetivo de dar assistência aérea para os soldados de Dunquerque. Só que o medidor de combustível de um deles quebra, mesmo assim ele continua firme no proposito de destruir um avião inimigo.

Enfim. É difícil falar assim porque são muitos detalhes. É um filme extremamente visual, fotografia impecável, muito linda mesmo e os sons, uau! Sai do cinema muito impressionada com a produção. Pouquíssimos diálogos (muito pouco mesmo), o que deixa o filme ainda mais genial. Todos os personagens tem uma sede muito bonita pelo heroísmo, fiquei bastante emocionada.

Meu Harry Styles foi maravilhoso e Tom Hardy, Tom Hardy, né mores? O filme foi dirigido por um dos meus diretores favoritos: Christopher Nolan, ele é a mente brilhante por trás de alguns filmes do Batman (sim, o do Coringa do Heath Ledger, inclusive), A Origem, Interstellar e outros filmes fodas.

Ficha Técnica

Título Original: Dunkirk

Distribuidor: Warner Bros

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,1 / 10

Minha Nota: 10 / 10

 

Leituras de Fevereiro

Achei minhas escolhas do mês bem maduras (até mesmo Harry Potter).

♥ É Assim Que Acaba

É o livro que mais quero ler, mas não posso jurar de pé junto que vou ler em fevereiro por motivos de não tê-lo em mãos. Mas eu o quero desde sempre, porém até mesmo no Kindle estava caro pra caramba.  É um romance forte que fala sobre violência doméstica.

Veja a capa e a sinopse aqui.

♥ O Conto da Aia

Conheci a série antes do livro, assisti só um episodio e achei bem foda. Nunca imaginei que fosse me interessar por essa leitura, mas folheei e fiquei maluca.

Veja a capa e a sinopse aqui.

♥ Como Fazer Amigos E Influenciar Pessoas

Comecei esse livro ano passado e quero muito terminar, principalmente porque participei de uma palestra e me senti motivada.

Veja a capa e a sinopse aqui.

♥ Harry Potter e a Câmara Secreta

Seguindo meu próprio projeto de ler Harry esse ano.

Veja a capa e a sinopse aqui.

♥ Bônus: O Ódio Que Você Semeia

Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos.

Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos – no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início.
Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.

Eu quis colocar parte da sinopse aqui pra vocês entenderem o que acontece e porque essa é uma leitura tão poderosa.

Veja mais detalhes aqui.

 

Resumo Janeiro

Minhas leituras de janeiro foram bem satisfatórias. Porém não cumpri 100% com o cronograma.

♥ Harry Potter e a Pedra Filosofal 

Harry é sempre 5 / 5 né, gente!? O bruxinho tem vaga vitalicia no meu coração. Tem gente que até hoje não leu, eu sempre fico chocada hahaha

resenha

 

♥ Tartarugas Até Lá Embaixo

Minha segunda leitura do mês foi especial por um motivo muito legal. Não foi um livro que eu dei uma super nota (3/5), mas que de certa forma me conquistou, principalmente por causa da protagonista. ENFIM! O fato é que eu “esqueci” essa belezura em um supermercado pra um estranho achar <3

resenha

 

♥ Jogo de Espelhos

Amei esse livro, sério! Mas resenha que é bom, só dia 11 (venho deixar o link).

 

 

♥ Me Chame Pelo Seu Nome

Esse eu li no lugar de A Força Que Nos Atrai. (Já vou dar 10/10). Resenha dia 18, venho deixar o link. Foi o único livro que comprei (estou orgulhosa!)

 

♥ A Força Que Nos Atrai

Não li manas,  mas fiz uma substituição ma-ra-vi-lho-sa pra compensar <3

 

♥ Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas

O plano era só terminar, mas não deu tempo.

 

Gostaram? <3

Beijos e até a próxima.

O que eu ouvi? Sam Smith. Os dois álbuns, mas o In The Lonely Hour com mais frequência.  Sabe aquele quentinho no coração? Sinto todas as vezes, pela voz, pelas letras… Parece que estou entrando em um filme.

O que eu desejei? Que março chegue logo! Março= férias; férias= viagem do sonhos.

O que eu li?

Li quatro livros e gostei de todos… Mas Tartarugas Até Lá Embaixo virou um projeto muito legal. Eu o “esqueci” em um ponto da cidade pra um estranho achar.

O que eu senti? Me senti ansiosa boa parte do mês, precisava tomar uma decisão importante e isso estava me deixando angustiada, mas tudo se resolveu e agora estou aliviada.

O que eu amei?

Meu bullet journal. Nossa, estou 100% feliz por ter conseguido preencher tudinho esse mês.

O que eu necessitei? Férias. Férias. Férias.

O que eu assisti?

Comecei assistir os filmes do Osar. Já tinha assistido Dunkirk e agora assisti Me Chame Pelo Seu Nome.

O que eu planejei? Estou pensando bastante no futuro. Dentista, faculdade, viagens…

O que eu amei vestir?

Camiseta Adidas Treefoil <3 Acho essa peça super descolada e o mais legal? Combina com tudo!

O que eu pensei? Em oportunidades na hora certa. Tomar decisões não é uma tarefa fácil, uma opção sempre exclui outras, mas coloquei minha cabeça e meu coração no lugar e sei que agora não é a hora e que se for pra ser, será.

Vocês já estão ouvindo os tambores do carnaval? Já estão se sentindo mais apaixonados com a proximidade do Valentine’s Day? Pois eu já estou sentindo todas as sensações de fevereiro me cutucado. Bora ver essa organização.

Inspiração

Assim como em janeiro, me inspirei na minha rainha Amanda Rach Lee que fez um teminha assim em março do ano passado e também no Pinterest. Acho que essa estampa de folhagens vai ser a aposta do primavera verão esse ano <3 e eu amei!

Capa

Para fazer essa capinha, eu usei como referência uma imagem do Pinterest. Coloquei o calendário e esse é o resultado.

Calendário / Produtividade / Humor

O calendário ficou diferente do de janeiro, mas já estou amando como ele está completinho. Quantos aniversários, né? Aproveitei a página para fazer minhas metas do mês.

Esse mês resolvi inovar no tracker de hábitos também. Dessa vez, fiz algo temático: a plantinha da produtividade. Vou monitorar três hábitos: escrita (verde escuro), leitura (verde claro), exercício (verde musgo). Cada folha pintada equivale a 30 minutos da atividade, cada galho são dez horas e a planta toda são 60 horas.

Meu tracker de humor ficou fofo! Temos ali duas linhas com o dias do mês e verticalmente o termômetro 🙂 😐 🙁

Sono

Olha que mimo ficou! Amo meu tracker de sono e dessa vez ele vai ficar mais lindo ainda, pois vou usar barras verticais.

Lettering

Essa folha era outra coisa que deu errado, eu decidi colar um papel e fazer essa moldura. Percebe-se que ficou lindo, porém o espaço ficou mal aproveitado e não deu pra fazer nenhum lettering porque o papel é adesivo e nenhuma caneta segura. Sugestões?

Oscar

As senhoras são cinéfilas? Ai gente eu adoro, e tá aqui minha planilha total handmade haha

Doodle With Us

Esse é o desafio de desenhinhos da Christina77Star e eu vou fazer na esperança de conseguir o famigerado estilo próprio.

Semanas

 

Materiais Usados

Caderno organizador Pink&Stone Ótima Gráfica

Tombow Dual Brush 312

Tombow Dual Brush 243

Faber-Castell PITT artist pen 171

Faber-Castell PITT artist pen 264

Faber- Castel Fine pen fresh grass green

Stabillo Boss pastel verde

Stabilo fine pen 0.4 88/16

Uni Pin Fineline 0.3

Uni Pin Fineline 0.5

Cheeeegueeeei com os melhores blogs e links da semana <3 Sem muita enrolação, né? Porque já tô é atrasada!

Os Melhores Links Da Semana

♥ Essa é para os cinéfilos de plantão, a Nicas do Apto41 fez um freebie pra quem quer acompanhar direitinho todos os filmes indicados ao Oscar 2018.

♥ Aproveitando que iremos fazer a maratona do Oscar, já começa vendo os motivos para assistir A Forma Da Água, o que está concorrendo a mais estatuetas.

♥ Quer fazer algo bom pelo planeta? Lembre-se pequenas atitudes são as mais significativas. Aprenda a reduzir seu lixo.

♥ Gente, vocês comemoram o Valentine’s Day? Eu acho qualquer desculpa válida para celebrar o amor. E por que não em formato de picnic?

♥ Olha o carnaval ai genteeeee! Toma aqui 10 makes coloridas, cheia de glitter e estilo para você se inspirar.

♥ Post quentinho no coração para você descansar a mente e ter uma semana melhor.

♥ Eu sou fã do produtos da Lolla e hoje fiquei sabendo um pouquinho mais sobre o Minha Lola Minha Vida.

♥ Desconheço pessoa mais sensível que a Monica. A prova está aqui.

♥ Olha o desafio que vou fazer na esperança do tão sonhado estilo próprio.

♥ Ah… Mas é seriado que as madames querem! Olha a lista de assistidos da Hariana, tá um hino!

tags:

Gente, preciso compartilhar essa sensação com vocês. Eu me sinto super segura pra fazer resenhas literárias, mas tenho um certo bloqueio pra falar de filmes hahaha. Não sei porque, acho os cinéfilos pomposos com suas críticas bem elaborados que simplesmente falar: o filme é maravilhoso, amei. Parece uma afronta.

Dito isso, amei Me Chame Pelo Seu Nome e queria poder falar isso pra vocês, por isso acabei comprando o livro pra fazer uma resenha literária e falar com mais propriedade! Mas quer saber? Vou superar esse medo e falar do meu jeito.

Me Chame Pelo Seu Nome

Elio tem 17 anos e passa o preguiçoso verão de 83 na casa de seus pais na Itália. Todos os anos, o pai, um intelectual, recebe em casa um estagiário que por seis semanas o ajuda com algumas tarefas. Naquele ano é a vez do americano Oliver, um charmoso pesquisador de 24 anos, fazendo com que Elio descubra novos sentimentos.

Me Chame Pelo Seu Nome é um filme lindo, não apenas pela a história cativante, mas pelo cenário solar e limpo. Estou acostumada ver filmes com temática LGBT com uma luz completamente sombria e dessa vez fui surpreendida com uma leveza pura e honesta.

Elio e Oliver

Eu nunca tinha ouvido falar no Timothée Chalamet (Elio), mas quero muito ficar de olho a partir de agora, ele é muito natural! E tem uma sensualidade intrínseca e magnética. Quanto ao Armie Hammer (Oliver), provou que vai muito além de um rosto bonito.

Adorei, ambos protagonistas são carismáticos. Gostei do jeito descolado, ainda que tímido do Elio e da arrogância dramática do Oliver.

A Itália é sempre um cenário de tirar o fôlego. Muitas vezes, senti aquele calor preguiçoso do verão atravessar a tela e chegar até em mim, senti o gosto da fruta do pomar e o aconchego de uma das minhas cenas favoritas: a mãe de Elio, uma tradutora brilhante, lendo um livros para ele e o pai em uma tarde chuvosa.

Me senti seduzida e experimentei sensações sutis e saborosas.

Para quem está curioso em relação ao titulo “Me Chame Pelo Seu Nome” é uma forma de Elio e Oliver dizerem eu te amoElio chama Oliver de Elio e Oliver chama Elio De Oliver. Como se fossem um só. *suspiros*

Oliver: Me chame pelo seu nome e eu o chamarei pelo meu.

O filme concorreu ao Globo de Ouro como melhor drama e estou torcendo pra entrar na lista do Oscar (sai amanhã!).

Se você ainda não se convenceu, aqui vai minha ultima tentativa: o filme foi produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira. Vai BR!

Ficha Técnica

Título Original: Call Me By Your Name

Distribuidor: Sony Pictures

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,3 / 10

Minha Nota: 10 / 10

Gostaram gente, posso investir nessa carreira? Haha

Beijos e até a próxima.


@blogantesdascinco