Antes das Cinco Cotidiano - Livros, cultura e muita fofurice!
Menu

Oi gente! Olha só o que aconteceu e eu achei legal de compartilhar… Sou virginiana e uma coisa que me incomoda na personalidade do meu signo é a tal da organização. Eu sempre tiro um dia pra organizar tudo, mas na maior parte do tempo me considero desorganizada. Metódica sim, organizada não. Semanas atrás passei na banca de revistas e vi uma capa que me chamou atenção: Organize Sua Vida. Deixei ela lá na estante e liguei pra Talita que assina a tal revista pra pedir emprestada e quando pedi, ela falou: pensei em em te dar ela, achei sua cara.  Fiquei revendo minha vida igual em filme rs e percebi que apesar de não me achar organizada, as pessoas ao meu redor me veem como uma pessoa assim. E eu gostei de saber disso.

Mas falando do que interessa, eu li a matéria e achei um barato, então aqui vai um resumão básico. A reportagem abordou basicamente o método queridinho do momento que o da Mari Kondo. Logo nas primeira páginas, a matéria chama atenção pelo design, mas confesso que me perdi uma vez no meio da bagunça rs.

♥ Objetos espalhados sobrecarregam os sentidos e atrapalham o relaxamento mental e físico

A primeira coisa que achei interessante é a história tirada do livro A Mágica Da Arrumação, no qual Mari Kondo conta que entrou em um apartamento hiper bagunçado e que levou dois anos para conseguir organizar tudo. Nesse caso, a solução prática seria doar ou jogar fora parte da bagunça, mas essa solução mataria o cliente de tristeza pela perda súbita do acervo ou só trocariam o problema de lugar, deixando apenas a bagunça mais organizada. A matéria mostrou que quanto mais você acumula, mas chance de trazer tristeza e ansiedade você terá. Afinal, quem nunca se sentiu deprimido por não saber como arrumar o guarda-roupa ou gastou horas tentando escolher o que vestir e depois achou que escolheu mal? Pois é…

♥ Bagunça distrai e tira o foco dos afazeres

A desordem leva o seu foco embora. Um exemplo muito claro disso, é quando começamos a fazer  algo importante, mas deixamos o alerta das redes sociais ligado. Paramos o que estamos fazendo toda hora para checar mensagens que chegam e levamos horas para concluir a tarefa inicial. A bagunça nos deixa improdutivos.

♥ Dificulta achar objetos de uso urgente, como chaves e documentos

O primeiro passo para ser uma pessoa organizada é desapegar. Pensa comigo, quando a gente tem um monte de coisas tem até dificuldade em guardar, né? Dai arruma uma caixa e joga tudo o que não é guardável dentro dela e esconde. A pergunta chave que devemos fazer, segundo Mari Kondo, é “este item me faz feliz?“, caso a resposta seja sim, você pode guardá-lo desde que seja em um lugar visível e se a resposta for não, descarte. Simples? Nem um pouco rs… A dica dada pela organizadora pessoal Priscila Saboia é: Comece por itens fáceis de descartar. Meias velhas e potes sem tampa são bons exemplos.

Desapegar não é fácil, um estudo mostra que precisamos de apenas 30 segundos tocando um objeto para nos sentirmos conectados emocionalmente a ele para sempre. É como se o nosso cérebro nos impedisse de nos livrarmos de objetos com os dizeres: “opa, tem algo errado aqui, mas você pode se livrar dessa ansiedade e guardar esse objeto no lugar dele“.

Mas também há outra razão e essa foi a que eu achei mais interessante, principalmente porque usou um exemplo muito real pra mim: um livro que você ache relevante. Funciona quase como uma superstição: se você comprá-lo, seus desejos se tornarão realidade. Pode até ser que racionalmente, você saiba que nunca vai ler aquele livro, mas é como se o objeto fosse uma representação externa da sua identidade. O livro encostado  demonstra o seu apreço por letras, uma faceta importante de quem você é e jogá-lo fora seria como mudar de voz ou raspar as sobrancelhas. Não é bobagem.

♥ Causa ansiedade porque você não sabe quando vai se livrar

Outras coisa que achei interessante é que vez ou outra em posts sobre organização, leio sobre as famosas listas que nunca me ajudam. A explicação que Mari Kondo dá é que com as listas a gente tende a ficar mais ansioso e estressado para concluir a tarefa. Fazemos as mais fáceis, e as mais importantes acabam caindo no limbo.

Se você ainda não se convenceu de que a bagunça só atrapalha, aqui vão mais dois motivos extras:

♥ Alerta o cérebro constantemente que o trabalho não acabou;

♥ Provoca culpa e embaraço diante dos outros.

Achei muito bacana e super útil e agora vou correr pra arrumar meu quarto rs E você? Como consegue se organizar no seu dia-a-dia?

Maio foi um mês muito legal aqui no blog.  Falando rapidamente de tudo o que rolou nesse mês doce, só pra nos mantermos em sintonia total:

01 O blog mudou de cara. Era uma coisa que eu queria há um tempinho. Quis uma cara mais limpa e com as cores que mais estou curtindo no momento que é cinza e amarelo. Fiquei muito contente com o resultado e já começou dando sorte porque…

02 Fiz algumas parcerias e recebi uns mimos que mostrei aqui 🙂

03 Assisti vários filmes, mas os mais legais foram: Donnie Darko, 10.000 km, Vizinhos 2, A Três Vamos Nós.

04 Eu me diverti. Fui em uma balada, em barzinhos e tirei fotos só por tirar com a Nathalia. Um pouquinho do resultado no final desse post.

05 Só consegui ler três livros e um deles entrou no hall dos favoritos da vida:

1- A Lista Negra

2 – Os Treze Porques

3- Talvez um dia

E ai, alguém adivinha qual foi o favorito?

Então, maio foi excelente e se junho não quiser ser melhor, tudo bem… Basta ser parecido!

Beijinhos e até a próxima!

maio

maio

maio

maio

maio

Tudo bem, pessoal? Bom, esse é o primeiro post de recebidos que faço aqui no blog e espero poder fazer mais vezes porque gostei muito de ganhar presentinhos! Normalmente, posts nesse estilo são feitos em formato de vídeo, mas ainda não consegui superar a timidez por isso vou documentar tudo em fotos. <3

Encontro de leitores fãs de romances de época – Editora Arqueiro

presentinhos

Pelo o que pude notar, o evento organizado pela editora Arqueiro ocorreu em várias cidades e Palmas acabou entrando no circuito. Bem, confesso que nunca li romances de época, mas foi muito bacana participar e de quebra ganhei vários mimos para me incentivar. Por meio de sorteios e brincadeira, acabei tirando a sorte grande e trouxe pra casa uma ecobag, marcadores de páginas, broches, adesivos e o livro Era Uma Vez No Outono. Bacana demais, né?

Leitura Palmas – Livraria e Papelaria

presentinhos

Da livraria Leitura eu ganhei um dos lançamentos da DarkSide que é o livro Donnie Darko. Eu que já assisti e amei o filme, fiquei muito contente com o presente e pretendo ler agora em junho. Logo, logo tem resenha. Enquanto isso, rola de dar uma olhada na sinopse, hem 😉

Sinopse: A história de Donnie Darko é fácil de resumir – e talvez por isso mesmo ele tenha se transformado no filme preferido de tanta gente mundo afora: um adolescente problemático, com sintomas de esquizofrenia e sonambulismo, escapa da morte quando uma turbina de avião cai no seu quarto. Ele passa a ter visões com Frank, o humano numa estúpida roupa de coelho, ou seria o contrário? Enquanto espera pelo fim do mundo (contagem regressiva em 28:06:42:12), e pelo Dia das Bruxas, Donnie enfrenta conflitos que todos nós já experimentamos em algum momento da vida: professores autoritários, a descoberta de uma paixão, hormônios à flor da pele, diálogos reticentes entre pais e filhos, a eterna busca pelo sentido da vida – se é que ele pode mesmo ser encontrado.

Ótima Gráfica

presentinhos

Fiz um post falando sobre Papelaria Fina e os queridos da Ótima Gráfica me mandaram esses mimos super fofos! Os produtos além de lindos, são delicados, cheirosinhos e muito bem acabados. Olha só mais de pertinho:

presentinhos

  1. Eu falei sobre o papertalk no outro post, mas esse é estampado! Olha que delicado.
  2. O roll notes é da linha candy party e são notas auto adesivas de metro, que vem nesse suporte e você pode escolher o tamanho que deseja usar. Fala sério, né? Além fofo, super prático!presentinhos
  3. Essas são notinhas auto adesivas de papel muito fofas da mesma linha do meu fichário de planejamento <3 ela vem com uma capinha dura, e é bem pequena, tipo uma carteirinha, ou seja, perfeita pra levar na bolsa.
  4. Esses também são notas auto adesivas e são da linha candy party, mas enquanto o roll notes veio de brigadeiro, essas vieram no tema macaronspresentinhos
  5.  E para encerrar, olha essa caixinha! Muito prática, também da mesma linha do meu fichário, mas com estampa diferente… Ai ai Ótima, vocês vão me fazer comprar tudo!

Bom, pessoal! É isso… gostaria de agradecer pelos presentes e dizer que amei todos <3 Vou deixar as informações da Leitura Palmas e da Ótima Gráfica, caso vocês queiram dar uma olhadinha mais de perto, ok?

Beijinhos e até a próxima!

 

Leitura Palmas

Onde? Capim Dourado Shopping – Palmas/TO

O que? Livraria, Papelaria, CD’s e DVD’s, Games, Artigos de informática e muito amor <3

Onde acompanhar? Facebook / Instagram

 

Ótima Gráfica

Onde? Fica em Pinhais – Paraná. Mas quem tá aqui em Palmas encontra os produtos na Leitura Palmas – Livraria e Papelaria

O que? Papelaria e Gráfica de coisas mimosas ♥

Onde acompanhar? Facebook / Site

Oi pessoal! O que vocês acharam da casa nova? Ficou lindão, né? O blog é um cantinho todo especial pra mim e bem… eu também mudei, então porque não mudar a cara por aqui também?

Well… Já tem um tempo que esse assunto rodeia minha cabeça: vida adulta e suas implicações. Eu sempre fui mimada – não no sentido de me darem tudo o que eu quero… Acho que eu sempre fui muito “agradada” e isso me faz ter a impressão de que aos olhos dos outros eu vou ser sempre criança. Mas, de vez em quando, a vida dá um jeito de mostrar que sim, eu cresci.

Tipo há umas semanas quando topei com um ex namorado na rua e civilizadamente trocamos um aceno de cabeça. Uau! Eu me senti adulta naquela hora porque em outra época eu teria mudado de lado da calçada só pra não ter que olhar pra pessoa, e o pior, eu nem sei o porque faria isso. Então, é uma coisa meio adulta, né?

Em que momento nos tornamos adultos? Quando saímos da casa dos nossos pais? Quando arcamos com nossas próprias contas? Quando casamos? São vários fatores… Cada um tem a sua própria percepção. Vou contar como foi que eu saquei que eu cheguei nesse ponto da vida.

Tempos atrás um amigo estava sofrendo uma desilusão amorosa, perguntei como ele estava lidando com tudo e ele respondeu: tô acabado, mas ela espera que eu seja adulto. Então estou tentando ser maduro.

Cara, isso bateu forte na minha cabeça… E então aquela velha ficha caiu e eu entendi que talvez ele estivesse olhando tudo sob a ótica errada. Ser adulto é ser maduro – correto – e ser maduro é ser honesto consigo mesmo, partindo do princípio de que quando se é honesto com você mesmo, então você é honesto com todo o resto.

Recentemente, algumas coisas aconteceram comigo e eu pude trabalhar isso melhor dentro de mim. Ser honesto consigo mesmo não é maquiar seus problemas para que eles fiquem menos feios a vista dos outros e sim bater de frente e encarar a situação. Pelo caminho, pessoas podem se machucar… Mas outra questão que precisamos lidar na vida adulta, e que eu ainda espero poder falar sobre aqui no blog, é que quando tomamos decisões as consequências vem de brinde.

Então é isso. Pra mim ser adulto é ser honesto consigo mesmo e sobretudo não sentir vergonha por isso. Poder deitar no travesseiro de consciência tranquila e coração curado não tem preço.

E você, qual é a sua percepção de vida adulta?

Vou deixar umas fotos que a Nah tirou de mim, um dia em que estávamos de bobeira e bateu aquela vontade de me sentir bonita… Bom, funcionou comigo. Eu me amei.

Luma

Luma

Luma

Luma

Luma

Luma

Luma

Luma

EU NA MIDIA

Oi gente! Vou começar maio, falando sobre abril (espero que não dê azar!) Mês passado foi bem agitado pra mim, apareci duas vezes no jornal  aqui da minha cidade e dei uma entrevista para um blog local (sim, galera! Estou nas mídias!). Eu amei todas as experiencias, que foram muito diferentes entre elas! E hoje vim contar pra vocês sobre essas aventuras.

Primeiro, a Patricia Lauris que é uma jornalista aqui de Palmas, entrou no blog e descobriu que eu fazia o desafio 52 livros em 52 semanas (que está atrasado aqui no blog – as leituras estão em dia – rs)… Ela entrou em contato comigo e explicou que estava escrevendo uma matéria sobre desafios literários e me chamou para fazer uma entrevista.

Foi muito legal, falei um pouco sobre o desafio, o blog, as leituras… Enfim, você pode ler aqui.

A matéria foi um sucesso só e imagina o susto quando a Patricia me chamou novamente, dessa vez não para ser entrevistada, mas para escrever uma matéria! Sério! Fiquei muito louca de felicidade. Ela deixou que o assunto fosse livre dentro do tema leitura e eu quis falar sobre pessoas que gostam de ler livros em inglês.

Entrevistei amigos leitores, tirei foto, pesquisei, enfim! Foi uma experiência muito rica, recebi vários elogios, fiquei muito orgulhosa desse trabalho que você pode ler aqui.

E a terceira coisa foi uma entrevista que dei para o TOCult, falando do blog, mas principalmente sobre meu livro, sim! MEU livro! MEU! hahaha É gente, eu escrevi um livro, qualquer dia desse venho contar, enquanto isso vocês podem ler a entrevista aqui. Achei as perguntas muito criativas e me diverti respondendo.

E ai, o que vocês acharam? Tenho talento ou não tenho?

11 de março, sempre celebrei  essa data, é para mim um dia especial, de receber o carinho dos amigos, de reflexão, de estar junto dos meus. É meu aniversário…

Mas este ano, está faltando grande parte de mim, estou sem  meu peixinho, além de todo o amor, também compartilhávamos esse mês, meu pai faz aniversário hoje (07/03), assim, sempre buscávamos no calendário quem faria aniversário mais perto do fim de semana, para comemorarmos juntos. Tanto planejamento, no final irrelevante, já que acabávamos sempre festejando as duas datas!

Depois de tanto quebrar a cabeça pensando sobre a vida, o que é a morte e para que serve tudo isso, posso dizer que já estou mais ou menos convicta de que isso simplesmente não importa. O que importa é que apesar dessa saudade que me devora, tive a sorte de nesse universo infinito ser sua filha.

Sinto imensa gratidão por ter chegado até aqui sob a proteção da sua luz. A felicidade dos nossos encontros, dessas comemorações vale mais que tudo na vida, são as lembranças que eu guardo e vou levar junto comigo para sempre.

Meu pai sempre exaltou a família e os amigos e se todas essas pessoas que gostam da minha companhia e resolveram andar ao meu lado ainda estão aqui, me sinto no dever de celebrá-los. Então, que venha mais um dia 11, doce e agradável. Que seja um ciclo novo, de descobertas, batalhas e vitórias!

1

2

3

 

6

5

 

PS: as fotos foram tiradas no orquidário municipal.

1

Moro em Palmas desde sempre, sempre mesmo, sou natural de Porto Velho – RO, mas vim para o Tocantins criança, assim que o Estado foi criado em 1988. Amo essa cidade, crescemos juntas e a cada dia aprecio mais minha vida aqui.

Quero apresentar os meus lugares favoritos e minha rotina nessa cidade encantadora. Vou começar por um dos lugares que mais frequento, o Parque Cesamar, um oásis no meio do calor de Palmas, um ambiente muito agradável para quem busca estar em contato com a natureza, paz e tranquilidade. A vegetação é bem preservada com muitos bichos, dá pra ver grande variedade de pássaros, macacos, capivaras e iguanas.

2

Capivaras são dóceis e simpáticas.

3

Este é o Sebastian, vem sempre passear em nosso quintal.

Moro na mesma rua do parque, gosto de acordar cedo e ir correr, é um momento de reflexão e planejamento do meu dia.

Deus se mostra em tantas formas, cada nascer do sol é uma oportunidade de revisar rotas, deixar para trás o que para trás precisa ficar. Então me apego a simplicidade desse hora, onde só tenho os meus pensamentos,  quando se esgota o ar em meus pulmões também se esgotam as possibilidades.

6

5

Declaração de amor do cerrado.

4

Neste mundo louco em que vivenciamos tantas amizades instantâneas e interesseiras, ou ainda, o inverso disto, o individualismo exacerbado, me orgulho dos laços que cultivo.

Nunca fui de relações rápidas, busco tratar com cuidado e atenção aqueles que entram na minha vida, afinal não há razões que justifique uma amizade. Afinidade, simpatia e cumplicidade são sentimentos espontâneos.

Tenho pessoas que eu escolhi e que me escolheram para compartilhar suas paixões, desilusões e aventuras.  Meus amigos são profundos, complexos, leais. Basta um olhar de compreensão ou mesmo de aflição para que segurem minha mão. Tratam meus assuntos como se fossem seus, esses gestos de carinho e delicadeza me emocionam profundamente.

Não preciso pesar o que penso, nem medir o que digo, compartilho com eles toda sinceridade do meu ser.

Talvez nem todos saibam do apreso que lhes devoto, alguns não vejo há muito tempo, para mim basta saber que estão bem. Acho que nisso reside a verdadeira amizade, sentimento que não se apaga como tempo e a distância, pois embora eu não me declare e não os veja com a regularidade que gostaria, ainda sim os amo e desejo tudo o que há de melhor.

amizade

IMG_2477

amizade

amizade
amizade

amizade

taking

O Primeiro Taking Stock do ano a gente não esquece:

Ouvindo: sem parar Academia da Berlinda. Descobri essa banda incrível em um barzinho, onde uma banda chamada Boca de Cantora e os Piaba apresentava algumas canções. Muito legal mesmo! Destaque para Cumbia da Praia e Fui Humilhado.

Agradecendo: por estar tendo uma semana muito produtiva no trabalho. Aprendi com meus erros e celebrei meus sucessos. Volta às aulas a todo vapor na Leitura Palmas!

Estudando: as novas possibilidades. Tentando abrir a mente para um novo horizonte que, no caso, é fazer faculdade de Administração – uma coisa que eu nunca tinha pensado antes.

o_sol_e_para_todos

Lendo: O Sol É Para Todos. Ainda não li muito, mas em breve venho contar.

Desejando: a sombra branca da Quem Disse, Berenice? Estou in love com os produtinhos da marca.

Sentindo: saudades. Painho ♥

IMG_2223

Planejando: organizar minha vida financeira. Ô coisinha difícil.

Amando: tirar fotos. Descobrindo esse novo hobbie tá fazendo de mim uma pessoa mais feliz.

Necessitando: controlar meus gastos. Sim! MDS como eu tenho gastado inutilmente.

Assistindo: ultimamente, nada. Sem tempo pra ligar a TV. Graças a Deus.

12544229_971469856253196_220361250_o

Vestindo: croppeds. Sempre tive neura, por ser mais cheinha, mas agora, estou arrasando!

Comendo: saladinha com macarrão e camarão. Vicio! E olha que nem curto salada.

Pensando: em tomar um rumo na vida. Começar faculdade, definir meus horários no trabalho, arrumar meu cantinho…

Desfrutando: a vida, temos que aproveitar o máximo.

 ♥

 

meditação

Hello everybody!

Sempre fui uma pessoa agitada. Na mesa do barzinho sou aquela que mobiliza todo mundo, vou de um lado, rio do outro, subo no palco e canto uma música. Toda essa agitação acaba se transformando em ansiedade. Sofro por antecendencia, ajo por impulso, fico pensando em nada e em tudo por horas e tudo é motivo para eu ficar nervosa.

No meio desse auê, preciso de uma válvula de escape e quando estou nesses momentos não há leitura, música ou corrida que me acalme e é ai que entra a tal meditação. Sim. MEDITAÇÃO.

Tudo começou quando eu estava conversando com uma amiga (sdds Bel ♥) e disse que estava sobrecarregada e que achava que estava pronta para ir em um psicologo. Ai ela solta essa frase magica: E se você experimentasse fazer meditação?

No começo fiquei meio incredula, mas o que eu tinha a perder? Só queria me livrar daquela angustia… De começo, a meditação comum, daquelas que você senta reto e respira não me prendeu. Mas ai comecei uma que mudou minha vida.

Nos piores dias, eu chego em casa e vou direto para o banho. Ajusto a água em uma temperatura agradável, lavo os cabelos e uso um óleo de banho cheiroso. Na hora de enxaguar, imagino um liquido escuro saindo do meu corpo e indo direto pro ralo junto com a água.

A sensação é tão maravilhosa que parece que tirei um peso de uma tonelada das costas.

Experimenta! Você também vai amar!

Beijinhos e até a próxima!


@blogantesdascinco