Antes das Cinco » Arquivos Cabelo: A trajetória dos meus fios (10 anos de química e danos)
Menu

Essa é a história do meu cabelo. Um cabelo espetado para todos os lados, mas meu.

Quando eu era criança, minha mãe cuidava das minhas molinhas com o maior orgulho e eu também amava meus cachinhos. Adoro essa história porque a maioria dos relatos que vejo, as meninas eram reprimidas pela própria família por causa do cabelo, comigo foi o contrário. A adolescência chegou e eu estava incomodada com o tamanho da minha testa, a solução que eu encontrei para me esconder foi a franja, o problema é que meu cabelo era muito cacheado e na minha cabecinha de bagre franja só combinava com cabelo liso.

 

Olá, chapinha!

Essa sou eu com uns 16 anos. Olha essa franja!!!!!!

A chapinha foi o item que mais me acompanhou nos últimos dez anos. No começo, eu deixava o resto do cabelo cacheado e passava chapinha na franja (lindo!). Passava todos os dias com o cabelo limpo ou sujo, seco ou molhado, não importava se eu estava fritando meus fios, o que importava é que minha franja estava lisa, cobrindo minha testa gigante.

 

A solução para os meus problemas? Vem química!

Eu tinha uma vizinha que passava relaxamento no cabelo das filhas dela e quando eu vi aquilo fiquei maravilhada, o cabelo das meninas lisos sem nenhum esforço, cai dentro.

Meu cabelo ficava duro, o couro cabeludo esquentava e fora que o produto tinha um cheiro ruim, mas isso era apenas um pequeno preço a se pagar para ter meus fios esticados. Um tempo depois apareceu a escova progressiva, que eu combinava com o relaxamento e deixava meu cabelo mais leve e hidratado. Mas eu nunca estava satisfeita. Entendam: eu passava relaxamento, progressiva e arrematava tudo isso com chapinha… Imagina a situação dos meus fios!

 

Se cortar, cresce de novo

Eu gosto dele assim, mas meu cabelo não é liso de verdade, então não faz sentido.

Teve uma época que a progressiva desbotava meus fios. Isso mesmo, além do relaxamento, da progressiva e da chapinha, eu ainda metia tinta no coitado! Entrei em uma fase ótima, estava cansada de tantos gastos com salão, de dinheiro e de tempo, por isso resolvi cortar os fios bem curtinhos, maaaas… Continuei usando as químicas e modelando com a chapinha.

Depois de alguns anos, decidi tentar deixar meus fios naturais. Resultado: minha autoestima foi lá pra baixo, então desisti e comecei todo o ciclo novamente.

 

Mas agora é pra valer

Não sei ao certo o que me levou a me redescobrir, só sei que eu estava cansada de ser escrava de tantas coisas, de não poder tomar aquele banho gostoso todo dia (banho gostoso: molhando o cabelo), de ir pra piscina e não aproveitar… Enfim.

Não está sendo fácil, sinto muita falta da franja e ainda não estou me achando linda, mas eu sei que é questão de costume. Fiquei triste a notar que não me sinto bem sendo eu mesma, mas também estou feliz por estar me redescobrindo. O cabelo mudou muita coisa dentro de mim…

A minha maior vitória foi ir em um aniversário com o cabelo cacheado… Nunca pensei que fosse sair de casa um dia sem ter passado chapinha. Obrigada pelo apoio,mãe! E desculpa por ter acabado com aquilo que você criou tão belo. Mas tô correndo atras do preju!

 

Essa sou eu de agora 🙂

Vou seguindo em frente, devagar e sempre. Deixe sua palavra de apoio aqui e vamos nos ajudar 🙂

Beijos e até a próxima!

tags:

Deixe seu comentário


@blogantesdascinco