Antes das Cinco » Arquivos Entre o Agora e o Nunca - Antes das Cinco
Menu

0001-20565509

Oi gente!

Eu tenho uma dificuldade imensa para falar sobre os livros que mais gosto… Porque parece que não vou conseguir fazer justiça, sabe? Entre o Agora e o Nunca é um livro maravilhosamente perfeito <3 A começar pela dedicatória:

 

Para amantes e sonhadores, e para quem nunca se sentiu de verdade nem uma coisa nem outra.

 

entre-o-Agora-e-o-Nunca-1 Título: Entre o Agora e o Nunca (The Edge Of Never)

 Continua com: Entre o Agora e o Sempre

 Escritora: J. A. Redmerski

 Número de páginas: 359

 Gênero: New Adult

 Editora: Suma de Letras

 Minha Nota: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

 

Já vou avisando que essa resenha vai ser cheia de quotes porque eu simplesmente não consigo escolher só três ou quatro e que quero dedicá-la pra Nathalia Correa, porque, sei lá, essa história é meio que destinada a ser nossa.

entre

Então, no começo conhecemos a jovem Camryn Bennett (o nome me chamou bastante atenção). A Cam tá meio perdida, parece que tudo de ruim que tinha pra acontecer com ela, aconteceu de uma vez, mas ela se recusa a chorar. A garota simplesmente não consegue sentir nenhuma emoção. E então ela resolve cair na estrada, sem um rumo certo.

 

O que motiva qualquer um de nós fazer as coisas que fazemos, quando no fundo uma parte da gente só que se libertar de tudo?

 

E dai vem o Andrew Parrish, indo visitar o pai que está morrendo de câncer. Ele é inacreditavelmente lindo e sempre diz as melhores coisas, dono de um sorriso cheio de covinhas, ele e Cam começam se entender durante a viagem, criando um vínculo de amizade muito forte… Ah… mas se fosse só isso…

 

Eu… só olho, sem ar, a distância, deixando a voz de Andrew percorrer cada canal e osso do meu corpo. É como um veneno irresistível: estou hipnotizada pelo que ele me faz sentir, embora possa destruir minha alma, mas eu o bebo assim mesmo.

andrew

A Camryn não quer se envolver com ninguém depois que o seu ex namorado morreu em um acidente e o Andrew tem seus próprios segredos. Ambos lutam contra essa atração quase louca, mas nesse percurso cheio de romance e erotismo, eles acabam testando seus limites e explorando seus desejos.

 

O coração sempre vence a razão. O coração, embora seja imprudente, suicida e masoquista de um jeito só seu, sempre ganha a parada. A razão pode ser a melhor opção, mas agora tô cagando para o que a voz da razão tá me dizendo. Agora só quero viver para o momento.

 

Gente, esse livro tem tanto significado pra mim! Eu amo cada página dele, pelo simples fato de ter me identificado com cada uma das falas. Sou muito apaixonada pelo Andrew e pela Camryn. Uma história cheia de ótimas referências musicais e de frases hiper inspiradoras.

Pra quem curte cair na estrada, rock clássico, romance, sexo,  linguagem descolada – muitas vezes achei que os personagens conversavam comigo! – e uma pitada de mitologia grega esse livro é mais que um prato cheio.

 

Eu desvirginei tua inocência, te deixei mais à vontade com tua sexualidade. E isso me enche de tesão.

 

Depois de falar tudo isso, não poderia deixar de colocar essa música para vocês se sentirem ainda mais inspirados a ler esse New Adult apaixonante:

Só quero deixar uma última citação, porque é exatamente o que acontece TODA VEZ que leio esse livro:

Arrepios me estupram.

4 comentários para “Entre o Agora e o Nunca”

karine
02/06/2015 às 11:11

já li demais 🙂
Entre o agora e o sempre tbm li, mas não gostei tanto!!!! rs
enfim, como sou bitolada por leitura… não posso dizer que odiei.


Antes das Cinco
02/06/2015 às 22:15

Eu tbm não tive uma sensação muito boa quando li Entre o Agora e o Sempre pela primeira vez…
Mas há poucas semanas reli e não é que me apaixonei!? hahaha


[…] Eu estava com muita saudade de fazer esses posts porque eu tenho muita paixão em falar das cidades dos EUA. Nunca estive lá, por isso, fazer esses posts fazem com que eu sinta um pouquinho do gosto dos meus sonhos. A cidade escolhida de hoje tem a ver com o último livro resenhado aqui: Entre o Agora e o Nunca. […]


[…] de ler Entre o Agora e o Nunca, J. A. Redmerski rapidamente se tornou uma das minhas escritoras favoritas. Quando vi que ela havia […]


Deixe seu comentário


@blogantesdascinco