A Escolha
06.07.2016

Olá lindezas, tudo bom com você? Terminei de ler A Herdeira hoje e enquanto me recupero do tiro, vou falar sobre o desfecho de A Seleção. Em A EscolhaAmerica ainda está meio perplexa por conseguir chegar tão perto da coroa e, claro, do príncipe Maxon. A competição está chegando ao fim e os nervos vão ficando a flor da pele, assim como os ataques dos rebeldes ao castelo estão cada vez mais intensos e devastadores. America começa a sentir na própria pele os riscos que corre e o quanto precisará lutar para alcançar seus objetivos. A escolha foi tomada por America, mas ainda há mais decisões pela frente, Aspen e Maxon não parecem tão seguros assim…

O mais legal sobre esse livro é ver o amadurecimento de Maxon diante dos acontecimentos que estão caóticos: a seleção ainda acontecendo a todo vapor, ataques ao castelo, mortes inesperadas… Enfim, uma trabalheira danada. UFA! O jovem príncipe e futuro rei foi forçado a amadurecer e bater de frente com a tirania do pai, e foi bonito de ser ver.

a escolha

Com um número super reduzido de selecionadas, foi legal conhecer um pouco mais sobre cada uma delas, seus sonhos e reais ambições. E também o laço afetivo que elas acabaram criando nessa reta final. Nesse ponto da história, consegui entender porque as pessoas não vão muito com a cara de uma selecionada em especial: America. Nesse livro, ela está mais topetuda do que nunca, mas ainda sim gosto dela e fiquei morrendo de dó da coitada, pois quando ela finalmente consegue descer do muro, todo dia essa escolha é posta a risco, seja pelo rei que a odeia, seja pela presença constante do Aspen no castelo (ain, eu super amo ele, desculpa falar).

Eu adorei o desfecho da história, só um detalhezinho me incomodou, que foi o fato de A Escolha não partir de quem deveria, no caso, Maxon e sim da America (whaaat!?) Mas enfim, aceito, fazer o que? Mais que indicado! Já pode morrer de amor junto comigo!

Resenha de A Seleção | Resenha de A Elite

A Escolha

Ficha do Livro

Título: A Escolha

Autor: Kiera Cass

Editora: Seguinte

Número de páginas: 352 páginas

♥ Minha nota para o livro: 5 / 5 estrelas + favorito da vida 

A Elite
05.07.2016

Fala galera! Bom, prosseguindo com esse projeto maravilhoso, vos trago o segundo livro da série A Seleção (leia a resenha aqui). Em A Elite, a seleção continua com um número menor de selecionadas, apenas seis. Para America, as coisas demoraram a entrar nos eixos, mas ela assume que a vida no palácio não é tão ruim assim. Ela tem roupas incríveis, refeições inesquecíveis e é muito mimada, mas o melhor de tudo é ter Aspen, que agora é guarda do castelo, sempre por perto. America sempre enxergou Aspen como um anjo da guarda, seu melhor amigo, disposto a morrer por ela. Mas agora, ela começa conhecer melhor o príncipe Maxon que é gentil, atraente e bondoso – e tem America como favorita.

A garota está secretamente com o coração dividido, mas o que pesa mais é que ao aceitar Maxon, obrigatoriamente, também precisa aceitar a coroa e ela não tem certeza se quer mesmo virar uma princesa, pois apesar da vida glamourosa, há tanta coisa com as quais ela não concorda e não entende… O tempo está passando e as dúvidas de America só aumentam.

A elite

Pois é, deu pra ver que o livro é cheio de conflitos né? O mais legal é que com menos garota no processo, conseguimos conhecer um pouco mais de cada personagem. Considerei A Elite um pouco mais focado no triângulo amoroso romance do que na distopia… Mas não menos interessante. Basicamente, a America cozinha Aspen e Maxon em banho maria e dá vontade de matar todo mundo. A America porque, em determinado momento, trai a confiança do Maxon, o Maxon por ficar passando ciuminho na gente e o Aspen por ser um pouquinho irresponsável. Mas todos sobrevivemos a esses ataques de ódio. Calma.

Apesar de não ter sido o foco principal, acabamos conhecendo um pouquinho mais sobre a história de Illéa e a quantas anda a situação do país, o que ainda deixa alguns mistérios no ar… Então é isso, prepare-se para passar muita raiva, perdoar, amar e querer matar uns personagens, um livro muito intenso e muito bacana e está mais que indicado.

Beijos e até a próxima

a elite

Ficha do Livro

Título: A Elite

Autor: Kiera Cass

Editora: Seguinte

Número de páginas: 360 páginas

♥ Minha nota para o livro: 5 / 5 estrelas + favorito da vida 

A Seleção
04.07.2016

Olá pessoal, tudo bom? Conforme falei no post anterior, estou participando de uma maratona e o primeiro livro da TBR é A Herdeira, quarto livro da série A Seleção que li em 2014. Tudo em A Seleção remete a um conto de fadas, a capa, o príncipe… Muito bacana mesmo, porém o livro trata também de política. Mas vamos começar pela parte boa, né?

Toda garota sonha em ser princesa, bem, quase toda garota. Tudo o que America Singer mais deseja, na verdade, é ter um dinheirinho extra e poder assumir seu namoro de dois anos com Aspen… Mas quando o príncipe Maxon anuncia que irá escolher trinta e cincos garotas para concorrer a coroa, os planos da ruiva de olhos azuis e língua afiada são modificados.  A história se passa em Illéa, um país (?) futurístico que é dividido por oito castas. Quanto menor o número da casta, mas nobre a pessoa é. Sendo Um para realeza e Oito para os marginalizados. Cada casta tem uma qualificação que os membros podem seguir como profissão, a America é uma cinco, trabalha com arte e possui restrições financeiras.

A Seleção

Algumas pessoas acham a America uma personagem chata, mas eu gosto bastante da personalidade forte da garota. Ela é ácida e o completo oposto de que uma princesa deveria ser… E a história de amor dela com Aspen?  *suspiro*. Eles mantem o relacionamento escondido porque Aspen é um seis, uma casta inferior a dela e se relacionar com alguém de outra casta pode ser bem burocrático, além disso Aspen trabalha bastante e mal consegue sustentar sua própria família. Mas eles fazem planos para o futuro, juntam dinheiro e se encontram as escondidas, até…  A Seleção acontecer e America ser escolhida para ir para o castelo conhecer o príncipe Maxon. A relação deles aos poucos vai se fragilizando.

Levei um tempinho maior para me apaixonar pelo Maxon, mas no final deu tudo certo porque ele é muito carismático. Na verdade, é o genro que toda mamãe pede a Deus. Mas o que mais prende nesse livro é que os personagens são humanos, portanto, cometem erros, então por mais que Maxon seja um príncipe cheio de atributos, ele também falha.

a seleçãoO mais legal sobre a distopia é que nem tudo é romance. Como disse ali em cima, Kiera Cass mostra um pouco de política, mesmo que de forma introdutória. Vemos ataques de rebeldes ao castelo, mas não sabemos ainda o que eles procuram, – o que é legal, porque dá vontade de ler os outros livros – a America abre os olhos do príncipe para a desigualdade social que acontece entre as castas, muita gente passando fome, enquanto as castas menores esbanjam. Igual acontece na vida real… Muito bacana mesmo. Amei!

Ficha do Livro

Título: A Seleção

Autor: Kiera Cass

Editora: Seguinte

Número de páginas: 383 páginas

♥ Minha nota para o livro: 5 / 5 estrelas + favorito da vida 

Mentirosos
19.10.2015

Mentirosos

Olá pessoal!

Hoje terminei de ler Mentirosos. Depois de um período na seca literária, eu resolvi pegar esse livro que nem estava na minha TBR. O motivo da escolha é que eu tenho Mentirosos há um tempo e estava estacionado na estante. Dai uma amiga comprou e eu obriguei outro amigo a comprar hahaha porque achei que assim a coisa toda ia fluir: resultado alcançado com sucesso.

Somos Sinclair.

Ninguém é carente.

Ninguém erra. 

Vivemos, pelo menos durante o verão,

em uma ilha particular.

Talvez isso seja tudo o que você precisa saber ao nosso respeito.

Eu contei lá no insta que Mentirosos foi uma surpresa agradabilíssima por ser um livro diferente do que eu andava lendo. Uma pitada de romance, uma de drama e um suspense incrível.

Mentirosos

Os Sinclair se orgulham por serem americanos, loiros, ricos e belos. Porém, eles vivem de aparência se recusando a admitir que estão em decadência. Cadence é a neta primogênita e junto com os primos Johnny e Mirren e o amigo Gat, eles são conhecidos como Mentirosos.

Escrevi nossos nomes na areia.

Cadence, Mirren, Johnny e Gat.

Gat, Johnny, Mirren e Cadence.

Foi o nosso começo.

Como tradição, eles passam todos os verões na ilha particular da família – Beechwood. Mas no verão dos quinze, algo acontece. Cadence sofre um misterioso acidente da qual não se recorda de nada. Os dois anos seguintes são conturbados pela presença constante de enxaquecas, remédios e depressão. E então está na hora de voltar para ilha e desvendar o que aconteceu naquele verão e descobrir porque os Mentirosos não respondem seus e-mails.

Mentirosos

Amei a forma como os personagens foram criados, suas fragilidades, principalmente. Amei demais o Gat – o garoto indiano que foge a todos esteriótipos dos Sinclair mas que com sua inteligencia conseguiu conquistar o coração da Cadence (e o meu!) O final é muito surpreendente e todas as resenhas que li, frisam isso! Eu gostei do final, mas também fiquei meio frustradinha hahaha ok!

Se você quiser viver em um lugar onde as pessoas não tenham medo de ratos, deve abrir mão de viver em palácios.

Eu amei o livro já pela capa que é meio “espelhada” e logo nas primeira páginas a gente se depara com um mapa muito legal de Beechwood e uma ilustração da arvore genealógica dos Sinclair. Amei a forma poética como o livro é escrito e nesse quesito me lembrou a escrita de Proibido. O Espaçamento e as letras são grandes e os capítulos são curtos (amo!). O livro ainda é dividido em cinco partes e isso tudo ajuda com que a leitura flua com muito deleite.

Esquerda: Seja um pouco. Direita: Mais gentil.

Mentirosos

 

Ficha do Livro

Título: Mentirosos

Autor: E. Lockhart

Ano da edição: 2014

Editora: Seguinte

Número de páginas: 272 páginas

♥ Minha nota para o livro: 4/5

Cartas de Amor aos Mortos
03.03.2015

cartasdeamoraosmortos-blogantesdascinco.jpg

 

É possível ser nobre, corajoso e lindo e ainda assim desabar.

Oi pessoal!

Finalmente vim contar para vocês sobre Cartas de Amor aos Mortos. O livro da Ava Dellaira agora vive no meu coração e eu tenho certeza de que vou ler novamente em algum ponto da minha vida agitada.

A Laurel divide seu tempo entre a casa do pai e da tia. É que depois que sua irmã mais velha morreu, a mãe dela foi morar na Califórnia (me lembrou um pouco de Loving Mr. Daniels <3) e ela se matriculou em uma nova escola, onde conhece Hannah, Natalie e Sky.

cartasdeamoraosmortos1-blogantesdascinco.jpg

 

Às vezes agimos porque estamos sentindo tantas coisas dentro de nós e não percebemos como isso afeta os outros.

Adorei como o livro aborda vários temas e o amei mais ainda por não ser dividido em capítulos, mas sim em cartas. Sim, Laurel se comunica através de cartas que ela escreve para personalidades que já morreram. Era para ser um trabalho de escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Mas  ela levou essa tarefa bem adiante.

Amy Winehouse, Kurt Cobain (pra quem ele escreveu as melhores cartas <3), Heath Ledger… As cartas foram muito bem escritas e nos contam um pouco da vida e morte de cada destinatário e que ajudam Laurel a desabafar sobre sua vida.

cartasdeamoraosmortos2-blogantesdascinco.jpg

Queridos Kurt, Judy, Elizabeth, Amelia, River, Janis…

Acho que podemos ficar bravos para sempre ou simplesmente tentar melhorar o agora.

As informações são passadas para o leitor de uma maneira tão contida e leve que me deu vontade de receber uma dessas cartas. O livro me prendeu do início ao fim e eu já disse aqui um milhão de vezes o quanto eu gosto de personagens humanos.

Não tenho palavras para descrever o quanto a Laurel foi forte e como fiquei curiosa para saber como a Amy havia morrido e quanta raiva (e depois amor) eu senti pelo Sky e como eu quis abraçar a Hannah e a Natalie e dizer que tudo ficaria bem… Deu pra sacar quantos sentimentos esse livro possui, né?

IMG_0411

 

Fiquei com vontade de escrever uma cartinha dessas. E você, para quem escreveria? Acho que vou escrever uma para o Chorão (Charlie Brown Jr.)

Beijinhos e até a próxima!

@lumanunesblog