INFINITO + UM
26.07.2018

Oi gente! Estou super empolgada para falar sobre esse livro que tenho na estante desde 2015 e não sei porque nunca tinha lido, pois já conhecia o trabalho da escritora de Beleza Perdida e amava!

Vou ser muito cautelosa para não dar spoilers porque Infinito + Um é cheio de truques que fazem a gente se apaixonar pelos mínimos detalhes da história.

A história

Vocês já ouviram falar em Bonnie e Clyde, o casal de ladrões apaixonados que morreram de forma trágica? Então essa história de amor real e perigosa é contada paralelamente a história de Bonnie Rae Shelby e Finn Clyde.

Bonnie é uma pop star muito famosa, mas está perdida e acha que quer morrer. Já Finn é um zé ninguém, mas não um zé ninguém qualquer. Ele é um gênio da matemática.

Estranhas circunstancias (muito estranhas mesmo e é ai que mora a magia da história) juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro.

Eles viajam por ai tendo só um ao outro, se divertido, causando problemas e ajudando quem precisa <3

O que eu achei

Esses dias eu estava procurando uma tag para responder, eu devia dizer qual a minha cena de beijo favorita, mas não consegui pensar em absolutamente nenhuma e isso me deixou muito triste. Senhoras e senhores, informo-lhes que esse problema foi solucionado. O primeiro beijo de Bonnie e Finn me tirou o fôlego.

Finn é fácil de gostar, me apaixonei.  Ele é silencioso, mas sempre diz as coisas certas, o passado dele é sombrio e ele não gosta de pensar sobre isso, adoro a mistura de bom moço com rebeldia. Ele é um personagem delicadamente apaixonante.

Bonnie é atrevida, ácida, mas tem o coração do tamanho do universo. Amei ver o crescimento dela no decorrer da trama.

Meu personagem favorito é o William! Adoro todo o misticismo doido dele e me diverti muito. Afinal, como não amar quem acredita em Bonnie e Clyde? 😉

Trechos

O tempo pode curar todas as feridas, mas não é nenhum cirurgião plástico.

Que tal isto para uma equação? Bonnie mais Finn é igual a um grande picolé.

A tatuagem é uma lembrança de que as escolhas feitas no desesperoo quase sempre são escolhas ruins.

A voz de Deus não era como água correndo, era o silêncio.

O infinito é um número imaginário?

Quem é o gênio agora?

Infinito + Um

Autor: Amy Harmon Ano: 2015 Páginas: 336 Editora: Verus Nota: 5/5

No Limite da Ousadia
05.05.2015

no limite da ousadia - header - antes das cinco

Qualquer semelhança com o último título resenhando não é mera coincidência hahahaha

Leia a resenha de No Limite da Atração aqui.

 

É o pássaro belo que é enjaulado.

 

É que No Limite da Ousadia faz parte da Série Pushing The Limits da escritora maravilhosa Katie McGarry e a bola da vez é a rebelde Beth.

No-Limite-da-Ousadia

 

Título: No Limite da Ousadia (Dare to You)

 Escritora: Katie McGarry

 Número de páginas: 420

 Gênero: New Adult

 Editora: Verus

 Minha Nota: ♥ ♥ ♥ ♥

 

Ô gente, eu lembro exatamente do dia em que comprei esse livro. Estava  enchendo meu carrinho na Saraiva até dar dois mil reais e quando me preparava para fechar o navegador (porque isso é tipo uma terapia pra mim) PÁ! No Limite da Ousadia pipocou na minha frente. Eu não fazia ideia que depois de No Limite da Atração ia haver outros livros, então foi uma surpresa agradável.

 

Eu – a poeta na minha mente quando estou chapada. [pág. 17]

 

Então galere, esse é o livro da melhor amiga do Noah: Beth.

Untitled design (5)

Como pudemos vislumbrar no primeiro livro da série, a Beth é uma garota… Complicada. Ela teve uma infância muito difícil e agora cuida da mãe drogada, até que para livrar a mãe de um crime, ela acaba sendo presa e seu caminho cruza com o do tio Scott.

 

Não estou interessado no segundo lugar. Nunca estive. Nunca vou estar. [pág. 9]

 

Enquanto a vida da Beth é uma confusão só, a do Ryan é praticamente um conto de fadas. Ele é um atleta em ascensão, filho de uma família perfeita. O problema é que Ryan é viciado em desafios e nunca aceita perder. E é em um desses desafio que ele encontra Beth.

Untitled design (4)

Well, só o fato de ter um Ryan já chamou minha atenção, porque eu sempre achei que a Beth fosse ficar com o Isaiah. Enfim, eu gostei de uma coisa sobre o livro: a troca de papéis, a história não segue do jeito como eu estava acostumada: uma mocinha e um bad boy.

 

Ouço risadas e respiro fundo quando percebo que é a minha… e a dele. Juntas. O som é legal. Parece música. [pág. 198]

 

A Beth é o que podemos chamar de bad girl (existe?) enquanto o Ryan é um doce de garoto. Só que ao passo que isso foi muito legal, também irritou um pouco. A rebeldia desmedida da Beth junto com sua teimosia foi enchendo o saco… E o fato de  Ryan ser o tempo todo perfeito também irritou.

Mas o Ryan tem uma questão pessoal que eu achei que  fez valer a pena toda a leitura.

Untitled design (7)

 

O livro tem umas citações bem bonitas e um ótimo final. Assim como No Limite da Atração, os capítulos foram intercalados entre Beth e Ryan – o que dá uma amplitude muito grande para a história. Só não me apaixonei pela Beth como achei que poderia me apaixonar, achei que demorou muito pra ela cair na real e senti falta de um fim, de verdade, pra ela e pro Isaiah. Fiquei chateada.

Pra quem tava com saudade do Noah e a da Echo, esse livro é um ótimo pretexto para reencontrá-los. E para quem ainda não leu No Limite da Atração, esse livro é uma ótima justificativa para ir atrás, pois as histórias se passam no mesmo universo, mas os personagens tem personalidades bem divergentes – ponto pra Katie McGarry!

A nota máxima não veio porque eu esperava um pouquinho mais, considerando que o primeiro livo da série foi perfeito! Espero que tenham curtido essa resenha.

Beijos e até a próxima!

No Limite da Atração
28.04.2015

no limite da atração  - header - antesdascinco.com

 

Para pessoas como a Echo e eu, a alma tinha mais cicatrizes do que vida. [pág 257]

 

Continuando o meu projeto de resenhar todos os lindões da minha estante, trouxe hoje No Limite da Atração. Impossível falar desse livro e não pensar na minha amiga Antônia (saudades, queridona!).

 

no limite da atração -  miniatura - antesdascinco.com

 

Título: No Limite da Atração (Pushing the Limits #1)

Escritora: Katie McGarry

Número de páginas: 384

Gênero: New Adult

Editora: Verus

Minha Nota: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

 

 

 Tenho medo de ficar e continuar olhando para trás, e nunca olhar para frente. [pág. 354]

 

No Limite da Atração é um livro sensacional. A Echo é uma garota cheia de mistérios. Um dia ela é a garota popular que namora o cara perfeito e tem amigas famosas na escola, no outro ela é uma garota fechada com cicatrizes horríveis nos braços e na alma e que não se lembra do que possa ter acontecido.

 

Tínhamos que ser perfeitos na terapia. Deus nos livre de aproveitar a oportunidade para discutir nossos problemas. [pág 15]

 

Ela fez terapia mas quase enlouqueceu quando forçaram sua mente a se lembrar do que aconteceu. O pai da Echo é autoritário e exigente, e se casou com a babá muito jovem  dos seus filhos. A garota precisa lidar com vários problemas: a perda do irmão que era seu melhor amigo, o abandono da mãe esquizofrênica, não ser mais uma das populares na escola, as terapias exaustivas, o fato de que todos sabem a verdade, menos ela e para completar a lista de problemas: Noah Hutchins.

 

no limite da atração - antesdascinco.com

 

Noah tinha músculos, boa aparência e confusão à volta. De alguma forma, ele fazia uma calça jeans e uma camiseta parecerem perigosas. [pág. 27]

 

O Noah é totalmente o oposto da Echo: rebelde e despreocupado com suas notas. Ele é tachado pelo sistema como mentalmente instável depois de agredir seu primeiro pai adotivo, desde então ele pula de lar em lar, até que se fixa em um, onde conhece seus verdadeiros amigos: Isaiah e Bethy.

 

Eu gostava da risada profunda dele. Ela me fazia sentir cócegas por dentro. [pág. 50]

 

Mas Noah também tem feridas, ele perdeu os pais em um terrível incêndio e foi separado dos irmãos pequenos. Tudo o que ele sonha é juntar sua família novamente e ele depende de uma pessoa para isso acontecer: Echo Emerson.

 

no limite da atração - antesdascinco.com

 

Confiar. Por que não me pede para fazer algo mais fácil, como provar a existência de Deus? Até Deus tinha desistido de mim. [pág. 70]

 

Gente, pra começar, eu adorei o nome dos personagens: Echo, Aires, Noah… – olha que maravilha! Me apaixonei por essa história porque é realmente bonita.

A nova psicóloga da escola acha uma boa ideia colocar duas pessoas fodidas mentalmente instáveis juntas, ela sugere que Echo dê aulas de monitoria para o Noah. O que a sra. Collins não imaginava é que depois de brigar feito cão e gato, os dois fossem se unir para tentar roubar seus respectivos arquivos.

 

Às vezes, quando a gente vê a fronteira, acha que é uma boa ideia ultrapassar, até que ultrapassa. [pág 72]

 

No arquivo da Echo está descrito tudo o que aconteceu e ela não consegue se lembrar da noite em que sua vida mudou completamente e no arquivo do Noah, as informação sobre os irmãos pequenos que moram com um casal que querem adotar os dois, tirando de Noah toda a esperança de reunir a família de novo.

 

no limite da atração - antesdascinco.com

 

O Luke costumava me dar a sensação de borboletas nos estomago. O Noah invocava pterodáilos mutantes. [pág. 85

 

Entre brigas e planos o inevitável acontece: eles se apaixonam. É uma grande história de luta, esse livro é maravilhoso. Os capítulos são intercalados entre Echo e Noah, o que dá uma dimensão gigantesca da estória, e no final tem uma playlist genial que te aproxima muito dos personagens e da escritora. Corre pra ler! Sério!

 

Toco seus lábios, e então percebo / Em seus olhos, amor, o brilho é tão forte / Estou despido de tudo, e louco por você…

Leia esse livro, mesmo que não curta o gênero. Juro que você não irá se arrepender!

Beijinhos e até a próxima!

True
14.04.2015

1 (2)

 

Ser solitária era muito egoísta e, se você nunca se doa, nunca recebe algo em troca.

Oi gente! Poxa que saudade!

Andei deixando o blog de lado e isso estava me matando por dentro, mas cá estou novamente trazendo uma resenha quentíssima e super especial pra mim! TRUE é um New Adult muito legal!

New Adult é o meu gênero favorito, só que eu estava me sentindo muito presa lendo somente esse tipo de livro. Uma das minhas metas para 2015 era justamente isso: ler diferentes gêneros.

O problema é que como eu não estava muito habituada a outros tipos de leitura, acabei me enrolando bastante e demorando para ler. Andava, inclusive, desmotivada quando TCHARAM: TRUE entrou na minha estante.

true

Eu me apaixonei pela capa e pela sinopse e não consegui me segurar, voltei a ser eu mesma e li em menos de vinte e quatro horas.

Rory é uma garota certinha, de família, com notas excelentes e virgem! Sim, a garota anda meio pra baixo porque nunca se apaixonou por alguém. E então ela conhece Tyler, o pau amigo ficante de uma amiga.

Gente, tive uma impressão totalmente diferente da sinopse e do livro. É que o Tyler não é um bad boy, apesar das tatuagens e piercings estratégicos, ele é um dos personagens mais legais que conheci nos últimos tempos.

O fato é que Rory descobriu que as amigas pagaram para que ele pudesse tirar a virgindade dela… Mas ai já é tarde demais… Ela estava apaixonada.

he

 

Ele era o que as pessoas me acusavam de ser: ali, mas ausente. Tranquilo, mas distante. Sorridente, mas intenso.

Sou problemática com personagens mulheres, mas a Rory, apesar de ter me decepcionado um pouco no começo, conseguiu me conquistar. Já, o Tyler tem uma estória tão legal com sua família problemática e o cuidado com os irmãos… Achei muito legal as surpresas do final e o modo como a Rory lutou para ficar com ele. Me lembrou muito No Limite da Atração.

Indico demais a leitura e estou ansiosa para os outros livros da série, que pretendo ler em inglês.

Beijinhos e até a próxima!

Makes: Belo Desastre
13.11.2014

Oi Lindinhas!

Essa semana recebi um grande desafio! O blog me sugeriu as três capas de Belo Desastre, o problema é que todas elas são muito parecidas. A solução que encontramos está aqui:

 

10748654_963470030333847_467681092_n

Peguei essa capa americana de Belo Desastre e resolvi fazer algo artístico puxando para o lado do Bad Boy mais adorado do Brasil rs. O tatuado Travis Maddox é um cara de presença, com suas tatuagens e intensidade, quis optar por algo mais impactante e como a borboleta ilustra bem toda essa liberdade, achei que fosse uma boa e gostei bastante do resultado.

 

10804463_963482053665978_836508396_o

Para fazer as outras duas capas, não teve jeito, como são do mesmo tom, acabei por fazer uma só para as duas. Homenageando tanto a delicadeza quanto a sensualidade da Abbi.

 

10799792_963465393667644_781062173_n

Ah essa make… Estava guardadinha esperando o momento certo para aparecer. Olha só como casou direitinho com a capa de Bela Distração <3 Fiquei tão orgulhosa! Quem me deu a pena foi a mom, um dia estava em casa e quando olhei para ela, me inspirei. Espero que traga sorte para o Tranton e a Cami <3

@lumanunesblog