Antes das Cinco Arquivo para FILME - Antes das Cinco
Menu

Voltamos com a programação Oscar <3 Dunkirk foi o primeiro filme que assisti, na época eu não sabia que ele ia concorrer e sim, fui assistir por causa do Harry Styles and Thomas Hardy.

O filme foi filmado sob três perspectivas: terra, mar e ar. Conta a história de quatro mil soldados aliados da Bélgica, do Império Britânico e da França que ficaram cercados pelos alemães na Segunda Guerra Mundial em Dunquerque e aguardam resgate no meio da guerra.

Terra

O conflito em terra foca em três personagens: Tommy, que depois de escapar de um ataque alemão nas ruas de Dunquerque consegue chegar a praia onde conhece Gibson. Juntos eles fazem tentativas frustradas de serem evacuados com os soldados feridos em navios. Em uma dessas tentativas, eles se juntam ao Alex (meu Harry Styles). E o resto é história, não posso revelar muito por motivos de spoiler.

Mar

Enquanto os soldados tentam fugir a qualquer custo, no mar, vários barcos particulares são requisitados para ajudar na evacuação. Aqui conhecemos o Sr. Dawson, que ao invés de entregar o barco para a marinha, decide ir ele mesmo, junto com seu filho Peter e seu amigo Charles. No meio do caminho, eles resgatam do meio de destroços de um navio um soldado traumatizado. E o resto, vocês sabem, é história.

Ar

No ar, três pilotos sobrevoam o canal da mancha, com o objetivo de dar assistência aérea para os soldados de Dunquerque. Só que o medidor de combustível de um deles quebra, mesmo assim ele continua firme no proposito de destruir um avião inimigo.

Enfim. É difícil falar assim porque são muitos detalhes. É um filme extremamente visual, fotografia impecável, muito linda mesmo e os sons, uau! Sai do cinema muito impressionada com a produção. Pouquíssimos diálogos (muito pouco mesmo), o que deixa o filme ainda mais genial. Todos os personagens tem uma sede muito bonita pelo heroísmo, fiquei bastante emocionada.

Meu Harry Styles foi maravilhoso e Tom Hardy, Tom Hardy, né mores? O filme foi dirigido por um dos meus diretores favoritos: Christopher Nolan, ele é a mente brilhante por trás de alguns filmes do Batman (sim, o do Coringa do Heath Ledger, inclusive), A Origem, Interstellar e outros filmes fodas.

Ficha Técnica

Título Original: Dunkirk

Distribuidor: Warner Bros

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,1 / 10

Minha Nota: 10 / 10

 

Gente, preciso compartilhar essa sensação com vocês. Eu me sinto super segura pra fazer resenhas literárias, mas tenho um certo bloqueio pra falar de filmes hahaha. Não sei porque, acho os cinéfilos pomposos com suas críticas bem elaborados que simplesmente falar: o filme é maravilhoso, amei. Parece uma afronta.

Dito isso, amei Me Chame Pelo Seu Nome e queria poder falar isso pra vocês, por isso acabei comprando o livro pra fazer uma resenha literária e falar com mais propriedade! Mas quer saber? Vou superar esse medo e falar do meu jeito.

Me Chame Pelo Seu Nome

Elio tem 17 anos e passa o preguiçoso verão de 83 na casa de seus pais na Itália. Todos os anos, o pai, um intelectual, recebe em casa um estagiário que por seis semanas o ajuda com algumas tarefas. Naquele ano é a vez do americano Oliver, um charmoso pesquisador de 24 anos, fazendo com que Elio descubra novos sentimentos.

Me Chame Pelo Seu Nome é um filme lindo, não apenas pela a história cativante, mas pelo cenário solar e limpo. Estou acostumada ver filmes com temática LGBT com uma luz completamente sombria e dessa vez fui surpreendida com uma leveza pura e honesta.

Elio e Oliver

Eu nunca tinha ouvido falar no Timothée Chalamet (Elio), mas quero muito ficar de olho a partir de agora, ele é muito natural! E tem uma sensualidade intrínseca e magnética. Quanto ao Armie Hammer (Oliver), provou que vai muito além de um rosto bonito.

Adorei, ambos protagonistas são carismáticos. Gostei do jeito descolado, ainda que tímido do Elio e da arrogância dramática do Oliver.

A Itália é sempre um cenário de tirar o fôlego. Muitas vezes, senti aquele calor preguiçoso do verão atravessar a tela e chegar até em mim, senti o gosto da fruta do pomar e o aconchego de uma das minhas cenas favoritas: a mãe de Elio, uma tradutora brilhante, lendo um livros para ele e o pai em uma tarde chuvosa.

Me senti seduzida e experimentei sensações sutis e saborosas.

Para quem está curioso em relação ao titulo “Me Chame Pelo Seu Nome” é uma forma de Elio e Oliver dizerem eu te amoElio chama Oliver de Elio e Oliver chama Elio De Oliver. Como se fossem um só. *suspiros*

Oliver: Me chame pelo seu nome e eu o chamarei pelo meu.

O filme concorreu ao Globo de Ouro como melhor drama e estou torcendo pra entrar na lista do Oscar (sai amanhã!).

Se você ainda não se convenceu, aqui vai minha ultima tentativa: o filme foi produzido pelo brasileiro Rodrigo Teixeira. Vai BR!

Ficha Técnica

Título Original: Call Me By Your Name

Distribuidor: Sony Pictures

Ano De Produção: 2017

Tipo De Filme: Longa-Metragem

Nota IMDB: 8,3 / 10

Minha Nota: 10 / 10

Gostaram gente, posso investir nessa carreira? Haha

Beijos e até a próxima.

Oi gente! Tudo bom? Esses dias estava conversando com uma amiga de longa data e ela me surpreende dizendo que nunca tinha esquecido um filme que eu havia indicado para ela. Eu nem lembrava mais dessa história, mas foi bom porque comecei refletir que toda vez que alguém me pede pra indicar filme, tirando o fato de eu tentar indicar algo próximo ao gosto da pessoa, eu fico procurando filmes  que me façam sentir adulta e inteligente e acabo mascarando o que eu gosto de verdade. Não que eu não goste de filmes mais sérios, porque eu gosto! Mas é que eu não sou fã de cult 100% do tempo… Por isso, lá vai minha indicação de 5 filmes que eu gosto, dessa vez sem medo de ser julgada.

Infidelidade (2002) 

Drama, Suspense

♥ Por que eu amo? A Diane Lane tá muito linda e sexy nesse filme e fora que eu acho uma das melhores interpretações da atriz que dá vida a Connie, uma dona de casa casada há 11 anos, que se envolve com o charmoso livreiro francês Paul Martel (Oliver Matinez – olha ai outro bom motivo para amar). Quando seu marido Edward (Richard Gere) desconfia, as coisas podem se descontrolar.

♥ Cena que me arrepia: A primeira vez de Connie com Paul. A interpretação do casal é de arrepiar, pela verdade e tensão que passa.

♥ Mais motivos para amar: O filme se passa em NY . O  ar de mistério, quase bucólico, é sensual e te deixam grudados na tela, assim como o vislumbre da tradicional família norte-americana que te faz sentir dentro do filme mesmo.

 

 De Repente É Amor (2005)

Comédia, Romance

♥ Por que eu amo? A trilha sonora é incrível e ver como os personagens evoluem dentro da música é muito especial. Gostei de amadurecer com Oliver e Emily durante os seis anos que eles se topam por ai. A química entre Ashton Kutcher e Amanda Peet é sensacional.

♥ Cena que me arrepia: Quando, ao som de Love is Brighter Than Sushine, eles posam para uma fotografia nus. Fotografia, trilha sonora… tudo mágico.

♥ Mais motivos para amar: Os personagens evoluem bastante, mostrando seus sucessos e fracassos e como ser adulto às vezes é complicado e que nem sempre o amor é algo simples ou fácil de ser alcançado.

 

O Melhor Amigo da Noiva (2008)

Comédia, Romance

♥ Por que eu amo? Quando sua melhor amiga dá a notícia de que subirá no altar, Tom percebe que está apaixonado por ela e decide lutar por esse amor. Simplesmente amo a química entre os atores Patrick Dempsey e Michelle Monaghan. O cenário do filme e a amizade deles são muito amorzinho!

♥ Cena que me arrepia: O primeiro beijo de Hannah e Tom na despedida de solteira dela. É o beijo mais lindo, delicioso e apaixonado do cinema rs

♥ Mais motivos para amar: Um conto de fadas moderno tem que se passar em um lugar mágico. O Melhor Amigo da Noiva se passa em dois: NYC e Irlanda ♥

 

V de Vingança (2005)

Thriller, Ação

♥ Por que eu amo? Eu devia ter uns 13 anos quando assisti, desde então devo ter assistido mais umas 456 vezes e não sei porque gostei tanto. Na primeira vez que eu vi, tenho certeza de quem nem entendi direito o que estava acontecendo ali, mas por algum motivo esse filme explodiu na minha cabeça.

♥ Cena que me arrepia: Quando a Evey lê a carta da Valerie.

♥ Mais motivos para amar: Um elenco fantástico, Londres e o povo lutando bravamente contra o sistema.

 

Lembranças (2010)

♥ Por que eu amo? Primeiramente, por motivos de Robert Pattinson. Um filme lindo, sensível e cheio de referencias bacanas.

♥ Cena que me arrepia: Esse filme INTEIRO me arrepia. Impossível escolher só uma cena.

♥ Mais motivos para amar: “A vida é feita de momentos.”

 

Ain gente, e ai!? O que vocês acharam? Eu amo filmes e vou ficar muito feliz se você deixar a sua sugestão aqui nos comentários! Beijos!

op1

Gente estou tão orgulhosa, fui ao cinema assistir Operações Especiais filme que teve cenas gravadas em minha apaixonante cidade, Palmas 😀

O filme gira em torno da Francis, personagem da Cléo Pires, que por conta de uma desilusão amorosa resolve prestar concurso para a polícia civil acreditando que sua atuação não passará de serviço burocrático. Porém para sua surpresa é convocada para participar de uma operação em uma cidade do interior com problemas de criminalidade.

Ela então precisa superar seus limites para provar o seu valor. O grupo formado por policiais honestos são aclamados pela opinião pública. Mas em pouco tempo a aplicação do rigor da lei começa a incomodar a todos e o verdadeiro inimigo se revela.

op2

A cidade apresentada no filme como São Judas do Livramento é fictícia. O filme recebeu R$ 1 milhão da Prefeitura de Palmas para mostrar os cartões postais da cidade e ficou lindo!

Em destaque aparece a vista deslumbrante da cidade pela  Ponte Fernando Henrique Cardoso, o Palácio Araguaia e o Espaço Cultural José Gomes Sobrinho.  Todas as cenas filmadas na cidade tiveram participação de atores tocantinenses.

op3

Filme é estrelado por Cléo Pires, Fabrício Boliveira, Fabíola Nascimento, Marcos Caruso, Thiago Martins e Antônio Tabet.

Gostei muito do filme que além do cenário traz discursões sobre corrupção na polícia, na política e principalmente na sociedade, o machismo e preconceito a toda hora lançados contra a personagem da Cléo, já que ela é a única mulher escalada para a missão tornando seu período de adaptação dentro da instituição uma sucessiva luta para ser aceita, a dura realidade da violência e a temeridade que os policiais enfrentam ao colocar sua vida em risco a cada incumbência.

op6

Neste ponto, Pires conseguiu transmitir toda a adrenalina, medo e tensão que sua missão oferece.  As cenas de ação e perseguição são muito boas. A atuação de Marcos Caruso como o delegado linha dura Paulo Froes também foi um ponto positivo para o filme, suas tiradas são sarcásticas.

Ao meu ver o pecado foi na velocidade da história, tudo acontece muito rápido, sem profundidade nem explicações. O começo do filme serve para contextualizar a escolha da personagem principal em entrar na polícia, o pano de fundo dessa história é a para sempre explorada invasão do morro do Alemão no Rio de Janeiro onde muitos traficantes fugiram para zonas periféricas.

O envolvimento da Francis com o Décio (Fabrício Boliveira) só serviu para uma desnecessária cena da Cléo na cama com uma arma. Assim como o relacionamento dela com a mãe que de tão pouco explorado poderia de ficado de fora.

Em resumo, indico o filme para quem quer ver excelentes cenas de ação, boa narrativa e uma heroína que foge dos padrões convencionais.

Assista o trailer:

Tudo Sobre O Filme

Estreia: 15/10/2015

Gênero: Ação, Crime, Drama

Duração: 116 min.

Origem: Brasil

Direção: Tomás Portella

Classificação: 14 anos

Olá lindonas!

Eu ainda não li, nem assisti à Insurgente, mas isso não é motivo para eu não me apaixonar por essa capa maravilhosa. Cata a make que fiz inspirada na capa do segundo livro da série Divergente:

11117948_1057754737572042_1106212060_n

 

Sinopse: Tris e Quatro agora são fugitivos e procurados por Jeanine Matthews, líder da Erudição. Em busca de respostas e assombrados por prévias escolhas, o casal enfrentará inimagináveis desafios enquanto tentam descobrir a verdade sobre o mundo em que vivem.

Eu gostei do resultado e espero que vocês também tenham gostado!

Até a próxima!

tumblr_njj633GQfV1rpd6p5o1_1280

Oi gente! Acabei de chegar do cinema! Sim! Assisti a pré estréia do filme mais comentado da semana: Cinquenta Tons de Cinza.

Não estava lá apostando muitas fichas, mas minha reação mudou hoje de manhã, quando vazaram algumas imagens calientes do filme.

Na verdade, não estava no clima porque essa adaptação cinematográfica chamou muita atenção da mídia desde que foi anunciada e acabei não ficando muito ansiosa para ver o Jamie ‘baby face’ Dornan como Christian Grey e menos ainda a tal da Dakota Johnson.

tumblr_nbpae8ths21txpkqvo1_1280

Mordi a língua, porque a critiquei bastante e agora simplesmente comecei a gostar um pouco mais da Ana por causa de sua interpretação. No livro, a personagem é chata mais contida, e com o filme, ganhou bastante vida <3

Achei o Dornan meio travadão, mas mesmo assim superou as minhas expectativas.

tumblr_niy9b1OQHC1txpkqvo1_540

Senti um pouco de diferença entre os personagens do filme e do livro. O Christian que é mais bruto ficou bem acessível – gostei disso – e a Ana super divertida, embora eu tenha sentido que em alguns momentos, ela pudesse ter sido um pouquinho mais tímida.

As primeiras cenas me causaram estranheza, porque pareceram automáticas, mas depois me habituei com as atuações e passagens rápidas de cena. A minha parte favorita é a que eles dançam <3 e a do Doug é a do planador!

tumblr_nhro4hx7oP1ttegyuo1_1280

As cenas de sexo foram super de bom de gosto, mas ainda assim não teria coragem de assistir com minha mãe :$ Eu me senti confortável assistindo e acho que isso foi importante para o público. Apesar de ouvir algumas críticas sobre o final, eu amei e não vi como poderia ter terminado melhor.

tumblr_nj9s6mF8z11rpd6p5o1_1280

 

E vocês, que dia vão assistir? Eu fiquei mega ansiosa e já quero de novo hahaha…

Beijinhos e até a próxima!

tags:

Oi gente! O natal de vocês foi lindo? O meu teve um pouquinho de saudade de casa, então escolhi alguns filmes na locadora para passar o tempo.

beginagain01

Escolhi Mesmo Se Nada Der Certo, porque acho que essa frase deveria se patenteada por mim, e não foi surpresa nenhuma eu ter amado o filme estrelado por Keira Knightley e Mark Rufallo, com uma participação especial do gato Adam Levine, fala sério, não tinha como não gostar.

A inglesa Gretta é uma compositora maravilhosa e as músicas dela são muito fofas, porém ela tinha apostado suas fichas no namorado famoso que a decepcionou… Ela conhece o produtor musical Dan que está na pior, em processo de divórcio e com dificuldades para lidar com a filha adolescente que claramente sente falta do pai.

04loganhill1-master675

 

Mas Gretta é… Simplesmente incrível. Ela une forças com Dan para criar um álbum externo em NY… Ah, NY <3 as melhores estórias saem de lá…

O visual da Keira é lindo, a fotografia do filme é perfeita e o final… Ah o final!

Fiquei com imagens fofas na cabeça e com vontade de colocar meus fones de ouvido e apenas… Apenas sair por ai. Fiquei inspirada a voltar a escrever, mesmo que seja difícil, mas o filme me passou uma grande, GRANDE inspiração.

filme-mesmo-se-nada-der-certo

Um filme adorável! Corre que ainda dá tempo de assistir em 2014!

 

tags:

@blogantesdascinco