Antes das Cinco Arquivo para INTERCÂMBIO - Antes das Cinco
Menu

Olá pessoas lindas! Hoje eu venho trazer pra vocês através desse post a minha experiência com passaporte, visto e afins… Espero que lhes seja útil, pois é uma tarefa chatinha, mas que se vocês estiverem planejando uma viagem legal vale muito à pena.

globehearthomeworld-0e619a152fbd8460751265a5c86bb3d7_h

Em 2011 eu estava planejando ir morar nos EUA para fazer Au Pair (você trabalha como babá e tem a oportunidade de conviver diretamente com uma família americana  ou de outro país, recebe uma remuneração semanal e ainda estuda nas Universidades americanas).

Eu já estava em contato com a família que morava em Connecticut e precisava tirar meu passaporte. Foi tudo tranquilo, você entra no site da Polícia Federal, preenche um formulário, paga a taxa e agenda o horário. Precisa levar uma série de documentos que eles relacionam quando você preenche o formulário.

Na época em que eu fui fazer o meu eles pediam para levar uma foto, que até então acreditava que iria ser usada no passaporte. Eu fui despreocupada achando que o assunto foto já estava resolvido, levei todos os documentos e quando cheguei lá tinha que tirar a foto do passaporte na hora (imagina o desespero), eu não esperava por isso… Resumindo, minha foto do passaporte ficou simplesmente ridícula! Ainda bem que não é um documento usado no dia a dia porque eu morreria de vergonha. Enfim, o processo para tirar o passaporte é tranquilo.

foto passaporte

Em 2012 eu e a minha família fomos tirar o visto de turista para os EUA, que é um processo bem mais difícil e minucioso do que o da retirada do passaporte. Como eu e minha irmã já éramos formadas em inglês, todo o trabalho de preencher os formulários DS-160 (que é todo em inglês) ficou sob nossa responsabilidade. Depois de preenchidos, nós precisávamos agendar as entrevistas e pagar uma taxa  para agendar (confesso que não me lembro a ordem cronológica, já faz muito tempo e não sei se ainda é assim). Na época você agendava apenas um dia, pois no próprio consulado eram feitos todos os processos de identificação, inclusive salvar as digitais e a entrevista. Nesse dia você tem que levar a página de confirmação do formulário DS-160, passaporte e uma foto 5×7.

Como era a primeira vez que iríamos tirar o visto, colhemos todos os documentos (todos mesmo) que comprovassem a nossa ligação com o Brasil e a necessidade de permanência aqui: contracheques, documento de carro, da casa, do cachorro (risos), resumindo, nossa vida em bens e comprovante de matrícula de faculdade, tudo foi levado.

Nessa época a concessão de vistos para brasileiros na embaixada americana estava bem tranquila mas mesmo assim não queríamos correr o risco de nos deslocarmos até Brasília (embaixada americana mais próxima do nosso Estado) e dar errado. Chegamos em Brasília com todos os documentos em ordem, quer dizer quase todos. CADÊ AS FOTOS?? Tinham ficado em casa… Nossa entrevista era logo cedo, acordamos mais cedo ainda, porque por sorte meu pai estava com um pendrive com as fotos salvas, fomos até uma loja para revelar, mas ao chegarmos, as lojas estavam TODAS fechadas, tivemos que esperar abrir e corremos um SÉRIO risco de perder  a hora… No final tudo deu certo! Ainda bem né??

Não, não deu tudo certo (não ainda). não fizemos a conta do valor total das taxas de solicitação do visto e pagamento dos correios para entrega do passaporte (sim até para entregar o seu passaporte você paga)…  Já estávamos na porta da embaixada, minha irmã pegou um táxi (detalhe, o taxista não sabia ao certo se teria um lugar aberto com caixa eletrônico àquela hora) foi correndo em um dos Ministério para sacar o restante do dinheiro no caixa eletrônico.

Passadas todas as atribulações conseguimos entrar na embaixada, depois de uma minuciosa revista. Correu tudo bem, a embaixada estava lotada, os funcionários foram educados, nos ajudaram em tudo que foi preciso. Quando você vai agendar a entrevista, você escolhe se será em Inglês ou Português, nós optamos pela entrevista em Inglês pois a demanda era bem menor.

A entrevista foi bem rápida e pasmem, aqueles documentos, todos eles, não serviram para nada. Depois de cinco minutos de perguntas os nossos vistos estavam autorizados. As perguntas foram: Para onde vocês pretendem ir? Quanto tempo vão permanecer? Qual a profissão dos pais de vocês?

 

tumblr_lptghin4p21qk1cdoo1_500_large_2

Depois foi só aguardar o passaporte chegar, marcar a viagem e compensar o trabalho que dá para retirar o visto.

Bom gente essa foi a minha experiência de primeira viagem com a retirada do passaporte e o visto americano. Espero que vocês possam tirar algum proveito dela! Hoje em dia, muita coisa mudou, no final do ano de 2012 eu fui tirar o visto de estudante e já não era mais o mesmo procedimento mas, isso é história para outro post.

 


@blogantesdascinco