EM PEDAÇOS
29.07.2018

Oi gente! Vocês, alguma vez, se sentiram enganados pelos trechos de livros? Então… Mês passado a editora Paralela divulgou intensamente o livro Em Pedaços divulgando quotes lindíssimos e uma sinopse que diz:

Nessa recontagem moderna de A Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.

Não tinha nada para dar errado, né? Exceto que tinha sim.

Sobre o livro

Começando por Olívia que tem New York aos seus pés. Todos estranham quando a mocinha larga a faculdade e abre mão de seu conforto para trabalhar voluntariamente cuidado de um veterano de guerra. Nem Olivia sabia em que estava se metendo, pois ficou surpresa ao ver que seu paciente não era o senhor que ela esperava ver e sim um jovem de vinte quatro anos atraente, porém amargurado.

Paul está furioso com o mundo, ele gasta seus dias trancando e casa entre livros e garrafas de uísque. Ele está cansado dos pesadelos onde sempre se vê no Afeganistão e também da insistência de seu pai em trazê-lo de volta a vida. Olívia é seu último recurso, ele só precisa mantê-la por três meses e estará livre para viver como quiser. Mas será que três meses são suficientes?

O que eu achei

Li Em Pedaços em dois dias e fiquei muito feliz porque não lembrava a última vez que tinha realizado uma proeza dessas. Como disse ali em cima, comprei principalmente por causa dos trechos e apesar de não gostar de capas com pessoas estampadas nelas, dessa eu gostei, achei romântica e solar.

Pelo tempo de leitura, nota-se que eu até gostei da história, mas isso não significa que eu tenha ficado incomodada com algumas coisas.

Deveria ser um alivio,  mas não consigo afastar um pressentimento sombrio. Não importa para onde eu olhe, as paredes estão caindo. E essa garota continua despertando em mim a coisa mais perigosa do mundo. Esperança.

A dominância de Paul sob Olívia me deixou algumas vezes preocupada, mas o real incômodo realmente foi o final. Pra começar que o segredo de Olívia não é uma coisa tão corrosivo, como dito em sinopse.

Segundo que as preocupações de Paul não são legítimas, tava muito óbvio pra mim de que seria resolvido com um simples diálogo. Mas ok.  Clichêzinho, para ler rápido. Se joga.

Autor: Lauren Layne Ano: 2018 Páginas: 248 Editora: Paralela Nota: 4/5

HIM // ELE
27.07.2018

Oi gente 🙂

Esse mês a editora Paralela anunciou que lançaria Him, o alvoroço nas redes sociais foi intenso e eu não me aguentei e li em inglês. Vocês vão concordar comigo quando digo que não é muito comum encontrar na lista dos mais vendidos, um romance cujo os protagonistas  são gays.

Confesso que já estava entediada dos romances de sempre e achei que talvez seria a oportunidade perfeita para fugir da mesmice.

Sobre o livro

Ryan Wesley e James Canning são amigos desde adolescentes, mesmo que se encontrassem somente no acampamento de verão, uma vez por ano, eles sempre mantiveram contato quando cada um voltava pra sua cidade de origem. Até que quatro anos atrás, Jamie e Wes cruzaram uma linha e depois nada mais foi o mesmo. Acontece que agora eles terão que se encontrar, pois ambos são atletas de Hockey e seus times vão se enfrentar. É a oportunidade perfeita para colocarem as cartas na mesa e porque não reviverem um verão intenso?

O que eu achei

Eu gostei da premissa, por mais clichê que seja: amigos que fazem algo “proibido”. Nesse lado, Wes pensa mais no assunto que Jamie. É Wes que foge e dá pra entender porque ele se sente inseguro, só que no decorrer da trama ele sempre tá pensando demais e às vezes, o achei paranoico.

Eu amo o Jamie e adoro o fato de ele ser bissexual, é muito legal a gente acompanhar o  processo de reconhecimento dele, principalmente porque temos a mania de rotular as pessoas de gay ou hétero, sendo que há muito mais orientações além dessas.

Eu tinha dito que ele havia agido como um idiota. Mas é mentira. Sou eu quem está apaixonado pelo melhor amigo e finge o contrário.ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤ

O livro é recheado de cenas de sexo, talvez por isso eu tenha achado que deixou de passar uma mensagem mais efetiva. Eu estava consciente do teor erótico, só não esperava a frequência exacerbada. Mesmo assim, eu curti ler, foi uma história bem rápida e cativante
ㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤㅤ
Eu não sou gay, então talvez não seja a pessoa mais adequada para falar sobre isso, mas acho que as escritoras escorregaram em alguns aspectos, por exemplo, os personagens deixam de ser desenvolvidos em prol das cenas de sexo e como o esteriótipo de gay machão é esfregado na nossa cara o tempo todo.

Ainda bem que Jamie não é um guarda de trânsito, porque ele está mandando sinais confusos o bastante para causar um acidente feio.

Eu nem ia ler a continuação chamada Us, mas me disseram que vale mais a pena. Então vamos lá. Daqui uns dias espero voltar com uma nota um pouco melhor.

Autor: Elle Kennedy e Sarina Bowen Ano: 2018 Páginas: 256 Editora: Paralela Nota:3/5

INFINITO + UM
26.07.2018

Oi gente! Estou super empolgada para falar sobre esse livro que tenho na estante desde 2015 e não sei porque nunca tinha lido, pois já conhecia o trabalho da escritora de Beleza Perdida e amava!

Vou ser muito cautelosa para não dar spoilers porque Infinito + Um é cheio de truques que fazem a gente se apaixonar pelos mínimos detalhes da história.

A história

Vocês já ouviram falar em Bonnie e Clyde, o casal de ladrões apaixonados que morreram de forma trágica? Então essa história de amor real e perigosa é contada paralelamente a história de Bonnie Rae Shelby e Finn Clyde.

Bonnie é uma pop star muito famosa, mas está perdida e acha que quer morrer. Já Finn é um zé ninguém, mas não um zé ninguém qualquer. Ele é um gênio da matemática.

Estranhas circunstancias (muito estranhas mesmo e é ai que mora a magia da história) juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro.

Eles viajam por ai tendo só um ao outro, se divertido, causando problemas e ajudando quem precisa <3

O que eu achei

Esses dias eu estava procurando uma tag para responder, eu devia dizer qual a minha cena de beijo favorita, mas não consegui pensar em absolutamente nenhuma e isso me deixou muito triste. Senhoras e senhores, informo-lhes que esse problema foi solucionado. O primeiro beijo de Bonnie e Finn me tirou o fôlego.

Finn é fácil de gostar, me apaixonei.  Ele é silencioso, mas sempre diz as coisas certas, o passado dele é sombrio e ele não gosta de pensar sobre isso, adoro a mistura de bom moço com rebeldia. Ele é um personagem delicadamente apaixonante.

Bonnie é atrevida, ácida, mas tem o coração do tamanho do universo. Amei ver o crescimento dela no decorrer da trama.

Meu personagem favorito é o William! Adoro todo o misticismo doido dele e me diverti muito. Afinal, como não amar quem acredita em Bonnie e Clyde? 😉

Trechos

O tempo pode curar todas as feridas, mas não é nenhum cirurgião plástico.

Que tal isto para uma equação? Bonnie mais Finn é igual a um grande picolé.

A tatuagem é uma lembrança de que as escolhas feitas no desesperoo quase sempre são escolhas ruins.

A voz de Deus não era como água correndo, era o silêncio.

O infinito é um número imaginário?

Quem é o gênio agora?

Infinito + Um

Autor: Amy Harmon Ano: 2015 Páginas: 336 Editora: Verus Nota: 5/5

Mais Que Amigos
11.05.2018

Oi gente! Estava morrendo de saudades de ler uma coisinha gostosa, sem grandes pretensões, sabe? Dei quatro estrelas porque estava muito ciente de onde estava me metendo. Mais Que Amigos é um clichê de primeira, mas nem por isso deixou de ser divertido.

“E se o cara certo… estiver bem na minha cara?” pág. 70

Ben é mulherengo e se orgulha bastante disso, ele é o oposto da sua melhor amiga Parker, que namora há um bom tempo. Parker e Ben batem no peito ao dizer que são só bons amigos e nada mais, eles até dividem o mesmo apartamento, brigam por causa das toalhas e fazem compras juntos na Ikea. Tudo muda quando Parker fica solteira e resolve que nada melhor do que seu melhor amigo para ajudá-la a superar esse fim.

“Ben e eu em uma relação de desapego? Pois é. O apego decidiu dar as caras. E estou totalmente à mercê dele.” pág. 130

Ben é o típico machista de New Aldut, me irritei muito com algumas atitudes dele. E Parker é a típica mocinha sonsa, não senti muita atração por eles como pessoas separadas, mas formaram um casal fofo. Esse não foi o motivo que me levou a tirar a estrelinha da vitória suprema, eu só achei que a autora podia ter trabalhado um tiquinho mais as fragilidades do Ben antes de criar o conflito.

“Química é como todo o resto na vida. Quanto mais você procura, mais difícil fica encontrar.” pág. 69

Por falar em conflito, essa é sempre a minha parte favorita dos livros, infelizmente está sempre no final rs, mas eu amei demais essa parte específica. Sobre a capa adorei as cores, o casal da fotografia não retrata muito bem os personagens, mas acabei gostando mesmo assim.

“Quando encostei em você… eu desmoronei.” pág.212

Recomendo, é uma leitura delicinha e super rápida.

 

Mais Que Amigos

Autor: Lauren Layne

Ano: 2018

Número de Páginas: 256

Editora: Paralela

Minha nota: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Sempre Foi Você
29.08.2016

Oi pessoal, tudo bom? Então, acabei de terminar o livro Sempre Foi Você que minha amiga Ju me emprestou. Ela amou e achou que talvez eu também pudesse gostar…

Na última noite de 1999, a britânica Hanna conhece o americano Richard. Eles existem em universos completamente diferentes: Richard é um estudante rico, enquanto Hanna leva a vida aos trancos e barrancos com a mãe. O relacionamento improvável entre os dois vira uma relação cheia de paixão, amor e aventura… E dessa história surge aquele questionamento que mexe no meu coração: Você daria uma segunda chance ao amor da sua vida?

 

Logo de início, a história não me conquistou. Fiquei irritada com a escritora descrevendo minuciosamente coisas fúteis, ao passo que coisas super relevantes aconteciam e ela só passava por cima. Os personagens criavam um vínculo tão forte em seus primeiros encontros que me deixaram exausta com tanta intimidade repentina. De começo, os protagonistas são adolescentes, mas falavam e faziam coisas de adulto, por isso estava achando difícil continuar.

sempre foi voce

Mas continuei e foi melhorando, pouco antes de chegar a metade, o livro me deu uma conquistadinha (sou difícil hahaha), entendi que era uma leitura para relaxar e não pra pensar demais.  Richard e Hanna conseguiram alcançar um nível muito bom de familiaridade, mas em nenhum momento senti aquela química explosiva. Até que TADAM! Eles começam a enfrentar seus dramas. Pra mim, os dramas foram os pontos altos da história toda, foi onde admirei a honestidade dos personagens e os reconheci como humanos.

Enfim, cada capítulo do livro nos dá uma data entre 1992 e 2012 e acompanhamos a evolução dos personagens na história. Não é um livro ruim, só acho que poderia ter sido melhor trabalhado, pois achei a história muuuuuuito corrida. A capa me conquistou, olha essa cor! Um romance tranquilo, calmo e que te deixa dando uns suspiros pelos cantos.

Mas e ai, vocês dariam ou não uma segunda chance para o amor?

sempre foi você

Ficha do Livro

Título: Sempre Foi Você

Autor: Carrie Elks

Editora: Universo dos Livros

Número de páginas: 312 páginas

♥ Minha nota para o livro: 3 / 5 estrelas

Resenha: Não Posso Me Apaixonar
04.08.2016

Oi gente, tudo bom? Acho que já ficou claro nas últimas resenhas sobre os Sullivans que a série trata-se de clichês apimentados, portanto seguem um padrão. Não Posso me Apaixonar traz um diferencial em forma de criança.

Após a morte do marido em um trágico acidente de trabalho, a contadora Megan cria sozinha a pequena Summer, sua filhinha de oito anos. Ela faz o que pode parar superar a perda e seguir em frente, por isso jurou nunca mais se envolver com homens que ganham a vida se arriscando. Gabe Sullivan é bombeiro e recebe um chamado para  apagar um incêndio em um apartamento, ele acaba resgatando Megan e Summer do fogo. A bela mulher chama sua atenção, mas ele jurou não se envolver com as vítimas socorridas. Em meio a circunstancias inesperadas, eles terão que rever seu passado e descobrir que as vezes não dá para evitar se apaixonar…

nao posso me apaixonar

Quem rouba a cena em Não Posso Me Apaixonar é a Summer. Ela é cheia de travessuras e adora dar uma de cupido. É um livro divertido, mesmo com suas pitadas de drama. Bella Andre mais uma fez faz um ótimo trabalho de emponderamento feminino, fazendo de Megan uma mulher independente e guerreira que faz das tripas coração para criar sua filha sozinha, ter uma carreira e ainda cuidar de casa. O Gabe também tem uma história bem traumática, mas é bacana ver seu amadurecimento no decorrer da história.

Não Posso me Apaixonar é um daqueles romances para suspirar sem ter que se aprofundar muito, então a fica a dica de uma história de amor leve e despretensiosa.

Resenha Os Sullivans #1   ♥   Resenha Os Sullivans #2

não posso me apaixonar

Ficha do Livro

Título: Não Posso Me Apaixonar

Autor: Bella Andre

Editora: Novo Conceito

Número de páginas: 302 páginas

♥ Minha nota para o livro: 5 / 5 estrelas

Por Um Momento Apenas
27.06.2016

Tirando Por Um Momento Apenas da estante, lembrei que comprei os três primeiros volumes da série em um sebo, parece irrelevante, mas foi minha primeira experiencia nesse lugar mágico e fiquei toda nostálgica. Dito isso, bora ao que interessa!

Por Um Momento Apenas é o segundo livro da série Sullivans e conta a história de Marcus, o irmão mais velho.

Aos trinta e seis anos, Marcus Sullivan é o empresário bem sucedido dono de uma vinícola. Ele se orgulha de ter sua vida minuciosamente planejada. Obrigado a amadurecer precocemente após a morte do pai, ele ajudou a mãe a criar os sete irmãos mais novos… Depois de uma grande decepção, tudo o que o  cara precisa é de uma noite sem compromissos e responsabilidades.

Todo mundo – literalmente – conhece a cantora pop Nick. Mas poucos conhecem verdadeiramente Nicole Harding, a jovem de vinte e cinco anos que ela é depois que desce do palco. Nicole jurou que nenhum homem a magoaria como seu ex fez, jurou que ninguém se aproximaria dela novamente, mas então ela conhece Marcus

IMG_6848

Por um momento Apenas é o favorito da série para muitas pessoas, mas não é o meu. Achei a história de vida do Marcus muito bonita e de todos os livros da série, esse é o Sullivan que tem mais pegada (nota cinco aqui). Meu maior incomodo é que ele é autoritário, tudo bem… Mas em certos momentos achei esse lado protetor bem chatinho. E a segunda coisa, é a preocupação excessiva com a diferença de idade entre os protagonistas. Ele tem trinta e seis e ela vinte e cinco, não precisava desse auê todo, porque acabou transformando a Nick em uma personagem imatura, quando é justamente o contrário. Bella Andre faz um ótimo trabalho ao criar personagens mulheres fortes  e Nick é fantástica! Achei esse conflito desnecessário. Em compensação, o final… Ah que feliz eu seria se pudesse dar esse spoiler! O que posso dizer é: vai aquecer seu coração 😉

Ah! O primeiro livro da série é: Um Olhar De Amor, e a resenha está bem aqui.

IMG_6849

Ficha do Livro

Título: Por Um Momento Apenas

Autor: Bella Andre

Editora: Novo Conceito

Número de páginas: 272 páginas

♥ Minha nota para o livro: 3 / 5 estrelas

No Seu Olhar
13.06.2016

Olá pessoal! Well, depois de quase duas semanas, terminei de ler No Seu Olhar – o novo livro do Nicholas Sparks. O escritor conhecido por escrever romances açucarados, em que um personagem sempre morre e faz grande sucesso em adaptações cinematográficas, embarcou em algo que acredito ser novo. Nos meus tempos de leitora não assídua, eu costumava comprar os livros dele, sabendo que seriam leituras despretensiosas, mas depois que fui conhecendo e entrando fundo no mundo dos livros, descobri que não me interessava mais pela escrita dele. No Seu Olhar chegou nas lojas no final de maio, e a capa e a sinopse me chamaram atenção, mas ainda sim é o Nicholas Sparks, né? Pesquisei na internet e só vi elogios… Comprei e me senti tão enganada. O motivo?  Vem ver!

Maria é uma advogada inteligente. Filha de imigrantes, ela está de volta a sua cidade natal para tentar se recuperar de um trauma. Colin também escolheu Wilmington para se dar uma segunda chance. Apesar de jovem, o lutador de MMA, já sofreu bastante, cometeu muitos erros e agora tenta dar a volta por cima. Colin e Maria não foram feitos um para o outro, mas um incidente os coloca na mesma página e ao olharem além, descobrem que são capazes de ser amar. Mas o relacionamento é exposto ao perigo assim que eventos suspeitos voltam a assombrar Maria e o casal precisa lutar para que esse amor sobreviva.

no seu olhar

No Seu Olhar é narrado em terceira pessoa – eu normalmente não gosto – e os capítulos são intercalados entre Colin e Maria, o que eu também não gostei, justamente porque o livro é escrito em terceira pessoa. Sou apaixonada por diálogos e o livro é mais descritivo. ss diálogos, quando existentes, foram fracos e entediantes. A leitura só começou render mesmo, um pouco depois do meio pro final… De positivo? A capa é linda e a sinopse bem New Adult, como eu disse ali em cima, esses fatores chamaram a minha atenção.

Colin tem um histórico de violência extenso e isso ocasionou vários problemas com a família, que ele tenta recuperar e uma série de outros erros. Essa poderia ter sido uma das partes exploradas no personagem, assim como essa história de violência. Acho que faltou focar mais no Colin, já que o autor quis expor os dois lados da história. Queria que o Nicholas tivesse explorado mais os sentimentos dele. O livro é totalmente voltado pra Maria – aqui ele fez um bom trabalho. Explorou bastante os sentimentos dela, a família, o trabalho, seus traumas… Uma personagem completíssima.

Sobre os personagens secundários, o casal amigos dos protagonistas roubam a cena totalmente, Evan e Lily são muito carismáticos. Acho que junto com a Serena que é irmã da Maria, eles salvaram o livro de ser um total desastre.

O suspense criado foi muito melhor que o romance e esse é motivo de eu está dando essas míseras estrelinhas. Bom, não entendi porque as pessoas adoraram esse livro… Mas gosto é gosto e é ai que mora a beleza das coisas. Já vi livros do Sparks melhores que esse.

NO SEU OLHAR

Ficha do Livro

Título: No Seu Olhar

Autor: Nicholas Sparks

Editora: Arqueiro

Número de páginas: 432 páginas

♥ Minha nota para o livro: 1 / 5

Intenso
06.06.2016

Oi lindezas! Ó eu aqui trazendo uma resenha nova pra vocês. Achou a capa de Intenso familiar? Isso mesmo, esse lindico é continuação de Profundo, que você pode, inclusive, ler a resenha aqui.

Em Intenso, a vida de West vai do céu ao inferno em questão de segundos.  Toda a esperança que ele tinha no futuro desaparece… Sem saber o que fazer com a irmã mais nova, a única pessoa que não para de vir a sua mente é Caroline. A garota, por sua vez,  não para de sonhar com West. Longe do rapaz, ela sabe que ele foi para nunca mais voltar… Quando ela finalmente aceita esse destino, o telefone toca: é West desesperado. Caroline não pensa duas vezes antes de correr para socorrê-lo.

Muita coisa mudou desde que eles terminaram e West tenta afastar Caro de tudo que é jeito, mesmo sabendo que precisa da ajuda dela e mesmo que o desejo seja quase insuportável de segurar. No meio desse embate de emoções, eles precisarão encontrar os próprios caminhos e descobrir: por mais intenso que seja o laço que os une, ainda é possível um recomeço?

intenso

Ai gente, na resenha de Profundo, eu já tinha relatado que um assunto importante tinha ficado em segundo plano, em Intenso então ele foi esquecido de vez… É que a narrativa é mais focada nos problemas de West – e que problemas, viu!? Gostei de conhecer mais sobre ele e até respondeu umas perguntas que ficaram no ar. A Caroline é aquela personagem que é chata por natureza, enfim. Resumindo, a escritora tirou toda a confiança do casal e os transformou em uns chatos.

A minha mágoa fica por conta de que o livro deixou mais uma vez de abordar um assunto importante que é a vingança pornô e focou em um romance totalmente desnecessário, que poderia até ter enriquecido o primeiro livro, mas como segundo é completamente dispensável.

intenso

Ficha do Livro

Título: Intenso

Autor: Robin York

Editora: Arqueiro

Número de páginas: 272 páginas

♥ Minha nota para o livro: 1 / 5 estrelas

Profundo
26.05.2016

Em Profundo, Caroline vê seu futuro escorrer pelo ralo quando o ex namorado posta fotos da garota nua na internet. Seu futuro promissor é posto em risco e ela, que é acostumada a agradar todo mundo, se vê em um beco sem saída. Desesperada ela tenta retirar as imagens da rede,  e ao mesmo tempo tenta lidar com os julgamentos das pessoas.

West mal conhece Caroline, mas mesmo assim toma uma atitude ao ver que a garota está sendo vítima do ex namorado, e não pensa duas vezes antes de partir pra cima do cara. West não poderia ser mais diferente de Caroline e mesmo assim se tornam amigos e por serem amigos eles acabam por se tornar algo bem maior.

profundo

O que me chamou atenção em Profundo é que ele trata de um assunto que, infelizmente, é super atual: vingança pornô. Ou seja, quando o(a) parceiro(a) divulga fotos intimas sem o consentimento da parceira(o)… Achei umas partes muito legais, tipo mostrando como a Caroline lidou com isso físico e psicologicamente. O relato foi muito bem construído, mas achei a história mal aproveitada. Serviu só de pano de fundo para o relacionamento problemático dos protagonistas, sendo que como leitora, a gente acredita que o tema vingança pornô fosse o mais relevante.

O West é um personagem legal, mas não me senti apaixonada por ele. Talvez, ele tenha se tornado aquele personagem clichê de NA. Aquela mistura de força e vulnerabilidade embrulhada num corpo gostoso, que resolve o problema de todo mundo, mas o dele mesmo que é bom, nada…

Com capítulos intercalados, achei muito legal a forma como Caroline e West se envolveram, a escritora não tentou forçar o relacionamento deles, foi bem devagar, tranquilo e eu curti demais isso. Outro ponto positivo foi o modo como eles foram amadurecendo no decorrer da leitura… Resumindo: o pano de fundo é bom e importante, os personagens tem uma química ótima, mas você pode ter um pouco de dificuldade para engrenar na história. Mas indico mesmo assim porque acho válida a discussão.  As partes em que eles se encontram na padaria onde West trabalha, são muito legais, dá pra suspirar um tiquinho <3

profundo

Ficha do Livro

Título: Profundo

Autor: Robin York

Editora: Arqueiro

Número de páginas: 320 páginas

♥ Minha nota para o livro: 3 / 5 estrelas

@lumanunesblog