Antes das Cinco Arquivo para SERIADO - Antes das Cinco
Menu

s1

Olá pessoal esse post é sobre minha última aventura no mundo das séries. Vamos falar de Sense8:

Sense8 não é uma série fácil e não é para qualquer um, mais que uma ficção científica a série é sobre pessoas e seus conflitos, amores e desilusões regadas com ação, cenas de sexo e nus frontais \o/. Apenas para maiores de 18!

Dirigida pelos irmãos Andy e Lana Wachowski, responsáveis pela trilogia de Matrix – amo! e J. Michael Straczynski (Babylon 5), Sense8 conta a história de oito pessoas espalhadas pelo mundo que passam a compartilhar sua consciência, sensações, sentimentos, conhecimento e habilidades, eventualmente aparecendo umas para as outras, mesmo morando em lugares bem distantes.

s3

Os oito são:

1.    Capheus Van Dame (Aml Ameen) um cara com um profundo senso de honestidade, que dirige sua van para conseguir dinheiro e tratar a mãe com AIDS em Nairóbi;

2.    Kala Dandekar (Tina Desai) uma farmacêutica de Mumbai que tem um noivo arranjado, a quem ela não ama de verdade. Ela nos apresenta a Índia religiosa;

s8

Sun

3.    Sun Bak (Doona Bae) economista carateca, filha de um poderoso empresário de Seul, ela não tem reconhecimento do pai pelo fato de ser mulher – minha personagem favorita;

4.    Will Gorski (Brian J. Smith) um policial de Chicago assombrado por um assassinato não solucionado;

s8

Wolfgang

5.    Wolfgang Bogdanow (Max Riemelt) um alemão que cresceu à sombra de um pai criminoso e por esse e outros motivos, tornara-se uma cópia;

6.    Riley Blue (Tuppence Middleton) uma DJ com um passado totalmente conturbado que a fez fugir da Islândia para Londres;

s8

Nomi

7.    Nomi Marks (Jamie Clayton) uma hacker transexual lésbica engajada na defesa da expressão gay em São Francisco.

8.    Lito Rodriguez (Miguel Ángel Silvestre) galã mexicano de filmes de ação com dificuldades de sair do armário, divertido e passional;

A trama tecida com esses personagens é densa, abordando temas como a intolerância religiosa, machismo e homofobia. A história começa com a visão do suicídio de uma mulher chamada Angélica, a partir daí eles descobrem estar mentalmente ligados uns aos outros. O relacionamento entre eles se torna íntimo e muito intenso.

s8

Kala e Wolfgang

Will é o primeiro a entender como tudo isso funciona, em uma sequência, digna de Matrix, ele desvenda algumas de suas habilidades como sensate. Ele se apaixona por Riley desde o primeiro contato com ela, o amor deles é puro e romântico, eles se apoiam e são lindos juntos. Riley tem um passado triste que é decifrado ao longo dos episódios, o relacionamento com o pai dela é de uma delicadeza surpreendente.

Kala é muito doce e religiosa, sua maior afinidade é com Wolfgang (♥). No dia de seu casamento ela o vê nu e desmaia, desde então ela o vê como “um demônio pervertido e perigoso que parece nunca estar vestido” (e ainda por cima com um sorriso lindo). A atração entre eles é de tirar o fôlego. Wolf é o típico bom moço que a vida acabou transformando em mau. Mas por baixo da falta de caráter conseguimos ver um cara sensível e leal.

s8

Sun e Capheus

Sun é desprezada pelo pai, que prefere o irmão por ser homem, ela revela um mundo tradicionalmente sexista. A força feminina da série está com ela, mestre em artes marciais, acaba sendo bastante útil principalmente para Capheus, queniano que vive em situação de extrema pobreza, mas que conserva o bom humor acima das adversidades, um personagem muito humano e poético.

Vivendo de aparências, Lito usa mulheres para esconder sua verdadeira orientação sexual do grande público. Assim como Nomi, ele retrata o preconceito vivido pelos homossexuais.

Nomi e Lito se encontram no Museu de Diego Rivera:

“…a violência deles foi mesquinha e ignorante, mas, no fim das contas, combinava com quem eles eram. A verdadeira violência, a violência que eu percebi ser imperdoável, é a violência que fazemos com nós mesmos quando temos medo de ser quem realmente somos.”

 Sense8-1x09

Filmada em locações em cada um dos países de origem de seus personagens – cenário e fotografia magníficos – a série tem pontos extras pela trilha sonora e me ganhou com seus diálogos, há muita poesia e os personagens secundários são tão bem construídos quanto os principais.

s8

A primeira temporada tem 12 episódios de 50min e está disponível na Netflix. A segunda temporada foi renovada para 2016 -> Estou sofrendo com isso.

Tá muito bem indicada! Corre pra ver!

TGW18

Para quem quer seguir em uma carreira jurídica este seriado é uma excelente pedida, cada episódio desenvolve um caso, mostrando o dia a dia dos tribunais, a imprevisibilidade do júri, a responsabilidade de um advogado perante seu cliente e a justiça.

 

The Good Wife

The Good Wife retrata a rotina da advogada heroína Alicia Florrick (Julianna Margulies – vencedora de diversos prêmios por este papel) que retoma a vida profissional depois de anos como dona de casa, tudo em razão do escândalo sexual envolvendo seu marido, promotor de Justiça da cidade de Chicago (EUA).

 

TGW2

Deixando de lado a traição e a humilhação pública causada por seu marido, Peter, Alicia recomeça sua vida e volta a trabalhar como associada em um prestigioso escritório em Chicago, ela se reúne com seu amigo, antigo afeto de faculdade e novo colega de trabalho Will Gardner.  A sétima temporada estreia nos EUA  no dia 4 de outubro, sem previsão para quando começará passar no Brasil.

TGW3

Elegante e sensual na medida, a protagonista de The Good Wife é uma mulher forte e transparece essa característica através de seu estilo. Como a profissão de Alicia pede um visual mais formal, ela faz bom uso dos conjuntinhos de saia e blazer além de vestidos que marcam delicadamente a silhueta.

 

TGW4

 

TGW6

 

TGW13

TGW8

 

TGW10

page3

page4  page7

page1

page5

page2

 

Elegante, não?

GAME1

A quinta temporada de Game Of Thrones está no ar e promete ser uma das mais grandiosas em cenários, figurantes, trama, cenas de sexo e muitas mortes violentas. Para quem não tem acompanhando as últimas quatro temporadas, aqui vai um resumo do que acontece no seriado, a complexidade dos personagens e a quantidade de núcleos dificulta um pouco, mas darei uma breve explanação.

O seriado é baseado  nos livros do escritor George R. R. Martin e se passa em lugar chamado Westeros. Conta história de algumas famílias em seus conflitos interpessoais, políticos e culturais, ocasionando uma sangrenta corrida para ver quem vai comandar Westeros e sentar no trono de ferro.  Isso tudo recheado de traições, casamentos arranjados, cenários magníficos e, claro, figurino perfeito.

 

PicMonkey Collage

As principais casas (famílias) envolvidas nesta guerra pelo poder são:

Casa Baratheon

Lema: Nossa é a fúria.

Selo: um alce rei coroado, negro, em campo dourado.

Principais personagens: Robert Baratheon (Rei de Westeros); Joffrey, Myrcella e Tommen que são seus filhos; Stannis Baratheon e Renly Baratheon, seus irmãos.

 

Casa Lannister

Lema: Ouça-me Rugir!

Selo: um leão dourado num campo carmesim.

Principais personagens: Tywin Lannister; seus filhos Cersei Lannister (casada com Robert, logo Rainha de Westeros) e Jaime Lannister (que são gêmeos), e Tyrion (um anão).

 

Casa Stark

Lema: O inverno está chegando.

Selo: um lobo gigante cinzento em campo branco de gelo.

Principais personagens: Eddard Stark; sua esposa Catelyn Tully (da casa Tully); seus filhos Robb, Sansa, Arya, Brandon, Rickson e Jon Snow (tendo esse sobrenome por esse um filho de Eddard fora do casamento, ou seja, um filho bastardo).

 

Casa Targaryen

Lema: Fogo e Sangue!

Selo: um dragão de três cabeças, vermelho sobre negro.

Principais personagens: Viserys e Daenerys Targaryen ( mãe dos dragões, khaleesi ), que vivem refugiados depois da rebelião contra seu pai, o Rei Aerys Targaryen.

 

Casa Tyrell

Lema :  Crescendo Fortes.

Selo: uma rosa dourada em campo verde-relva.

Principais personagens: Loras Tyrell e sua irmã Margaery Tyrell.

 

Figurinos de tirar o fôlego!

Os figurinos da série são da artista Michele Carragher, a riqueza de detalhes impressiona. Vamos começar com o vestido de casamento da Margaery com Joffrey:

GAME2 GAME3

 

Para a roupa de casamento de Cersei, a designer escolheu um tecido de veludo vermelho escuro e imprimiu com ouro a inscrição da casa dos Lannisters pelo vestido inteiro. Na faixa em torno do braço ela utilizou pérolas, cristais Swarovski, argolas, arame de malha italiano e mais alguns materiais chiques.

GAME4 GAME5

 

 

Outros figurinos de Cercei:

GAME7

GAME8

 

Algumas roupas de Catelyn possuem muita semelhanças entre elas e geralmente o peixe é bem detalhado.

GAME9

GAME10

 

Para o vestido de casamento da Sansa, a designer Michele Clapton escolheu um bordado que contasse simbolicamente a trajetória da personagem desde os primórdios da série, com a família Tully e Stark até a junção com os Lannisters.

GAME11 GAME12 GAME13

 

As roupas da Daenerys Targaryen são admiradas por respeitar a proposta e ter modelagem, corte e tecidos que valorizam a produção.

GAME14

GAME15

GAME16

GAME17

 

 

Bem legal, né? Eu sou fã desse figurino maravilhoso e cheio de detalhes! E vocês, o que acharam, já conseguem eleger um favorito?

foto-abertura

 

O novo seriado da Globo já começou mostrando o que queríamos ver: o Serial Killer em ação. Quem viu?

Eduardo Borges (Bruno Gagliasso) é advogado, estudante de psicologia, voluntário em espécie de CVV (lugar onde se conversa com pessoas deprimidas por telefone) e agora braço direito do senador Otto (Aderbal Freire Filho). Logo nesse primeiro episódio já percebemos que ele é muito ambicioso. Uma das cenas que mais mexeram comigo foi quando o Edu falou para a Ray (Débora Falabella) que um dia será Presidente da República e ela ficou rindo, achando que fosse brincadeira, ele pareceu verdadeiramente incomodado, afinal é sua verdadeira ambição (me arrepiei). Tenho que parabenizar o ator Bruno Gagliasso que verdadeiramente mergulhou no personagem, foi incrível ver no final como sua feição mudou de bom moço para psicopata. Achei muito bonita a cena em que o Edu aparece deitado ao lado do corpo da Mariana (Yanna Lavigne).

 

edu

“É um olhar que nunca ninguém vê porque é o olhar do serial killer diante da vítima. Por isso, buscamos isso no bicho, na fera: é a expressão diante da presa.” – Bruno Gagliasso

Adorei a Ray (Debora Falabella), achei ela muito divertida e batalhadora. Em sua primeira cena ela estava muito sensual, como produtora de moda.

A minha crítica é em relação aos personagens da Luana Piovani – Vera, uma psiquiatra forense que estava no FBI e do Marcello Novaes – Dias, o delegado que sonha com o cargo de secretário de segurança público. Os achei muito americanizados, acho que poderiam ter trabalhado mais nessa parte para não parecer tão maquiado. E o clima entre eles ficou meio forçado, não gostei.

Fora isso, achei tudo muito bem construído, gostei como a trama se conectou e já estou ansiosa para o próximo episódio. Não posso esquecer de comentar a trilha sonora fantástica que aumentam o clima de tensão e que foi montada pelo Andreas Kisser do Sepultura .

Dupla Identidade

Débora Falabella dá vida a Ray – A produtora de moda que é seduzida por Edu.

Eu já acho que é um sucesso! E vocês, o que acharam?

 

tags:

@blogantesdascinco